O lado B do desmanche corintiano: veja 7 saídas que foram barradas em 2016

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Marlone teve oferta para jogar a Liga dos Campeões por clube do Chipre

    Marlone teve oferta para jogar a Liga dos Campeões por clube do Chipre

As saídas de 18 jogadores, com boa parte deles com status de titulares, são a marca de um 2016 difícil para o Corinthians campeão brasileiro há um ano. Por outro lado, o estrago em número de debandadas poderia ser ainda maior. Foram pelo menos sete jogadores com chances de mudanças que acabaram mantidos. 

Alguns desses casos tiveram baixa ou nenhuma repercussão, como os de Marlone, Camacho e até mesmo Willians, que recentemente foi afastado do elenco corintiano. Outros, como do lateral Fagner e principalmente do goleiro Cássio, foram internamente tratados como vitórias. Na visão do presidente Roberto de Andrade, foram jogadores importantes que ele conseguiu manter. Abaixo, veja o lado B de um desmanche que, nunca é demais lembrar, levou ainda o treinador Tite e vários profissionais à seleção brasileira.  

MARLONE

Além de procuras de Sport, Atlético-PR e Ponte Preta, o meia-atacante teve uma possibilidade de transferência para o exterior. O Apoel apresentou oferta oficial para levar o jogador para o Chipre, mas o Corinthians entendeu que não deveria abrir mão dele. A proposta sequer chegou às mãos de Marlone e foi barrada pela direção corintiana. Ele jogaria a Liga dos Campeões pela equipe cipriota. 

CAMACHO

Destaque do Audax-SP no último Paulistão, o meio-campista tinha aproximadamente um mês de Corinthians quando seus representantes apresentaram oferta de um clube da Arábia Saudita. A direção corintiana também barrou essa negociação por entender que não faria sentido transferir um atleta que havia acabado de chegar e tinha três anos de contrato. O próprio Camacho soube do fato apenas pela imprensa. 

FAGNER

Um clube europeu de nome não revelado pelo Corinthians apresentou oferta de compra por Fagner no meio do ano. Em meio a tantas baixas durante a temporada, a direção avaliou os valores e concluiu que não valeria a pena ampliar ainda mais o desmanche. Por sinal, o próprio lateral, com duas passagens diferentes por equipes da Europa, só estaria disposto a uma nova experiência se tivesse a chance de defender uma equipe top.  

WILLIANS

O volante cedido pelo Cruzeiro e recentemente afastado pela direção do clube poderia ter saído no início do Brasileirão. Com problemas na posição, o Flamengo, ex-clube dele, demonstrou interesse em assumir o empréstimo que estava a cargo do Corinthians. Entretanto, em meio a saídas que ocorreria como Elias, Bruno Henrique e Maycon, os corintianos entenderam que manter o atleta era opção mais segura. 

RODRIGUINHO

Com contrato considerado curto, até dezembro de 2017, o meio-campista foi procurado para um empréstimo com o Fenerbahce-TUR, mas a oportunidade foi prontamente recusada pelo Corinthians. Sem grandes vantagens financeiras no negócio, o clube viu o jogador crescer de produção e se tornar destaque no Brasileiro. As sondagens do futebol turco por Rodriguinho, porém, seguem. Ele é um dos candidatos a deixar o Parque São Jorge em breve.  

CÁSSIO

Esse é o caso mais conhecido entre os atletas que permaneceram. O goleiro chegou a se despedir de colegas para atuar no Besiktas-TUR, mas foi convencido pela direção do Corinthians de que o negócio não era interessante para o clube. No meio do ano, representantes corintianos asseguram ter recebido duas ofertas oficiais do Grêmio por Cássio. A primeira, por empréstimo, e a segunda de compra. Ambas foram rejeitadas. 

ROMERO

A exemplo de Marlone, Romero também foi procurado pelo Atlético-PR durante a temporada. Mas foi do Rubin Kazan, da Rússia, a oferta mais tentadora, no começo de 2016. O próprio atacante não demonstrou interesse em se transferir e quis marcar o nome no Corinthians, que em momentos do ano assumiu interesse em vender o paraguaio. A ideia de ficar deu certo, e ele retornou à seleção de seu país e é o goleador corintiano em 2016. 

OS 18 NEGOCIADOS

Defensores: Edílson (Grêmio), Felipe (Porto), Gil (Shandong) e Edu Dracena (Palmeiras)
Meio-campistas: Ralf (Beijing Guoan), Bruno Henrique (Palermo), Maycon (Ponte Preta), Alan Mineiro (América-MG), Elias (Sporting), Jadson (Tiajin Quanjian), Renato Augusto (Beijing Guoan) e Matheus Pereira (Juventus)
Atacantes: Mendoza (NY City), Vagner Love (Monaco), Malcom (Bordeaux), André (Sporting), Claudinho (Bragantino) e Luciano (Leganés)

Quer receber notícias do Corinthians de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos