"Se sentindo no auge", Caio Júnior diz que Chape é exemplo para o Brasil

Diego Salgado e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • Nelson Almeida/AFP Photo

    Caio Júnior celebra classificação da Chapecoense contra o San Lorenzo

    Caio Júnior celebra classificação da Chapecoense contra o San Lorenzo

A Chapecoense fez história na última quarta-feira ao garantir uma vaga na final da Copa Sul-Americana ao empatar sem gols com o San Lorenzo. Sob o comando do técnico Caio Júnior, o time catarinense terá a chance de se juntar a um seleto grupo de campeões continentais - a busca pelo título vai começar na semana quem vem, contra o Atlético Nacional-COL, que eliminou o Cerro Porteño.

Com a chance nas mãos, o técnico da equipe de Chapecó disse em entrevista ao UOL Esporte que a campanha da Chapecoense é um exemplo para o futebol brasileiro. "É um clube que merece, por tudo que vem fazendo. É um exemplo para o Brasil", frisou.

O treinador também fez muitos elogios aos atletas do time. "O grupo de jogadores é fantástico, jogadores aplicados taticamente que entendem o que se tem que fazer dentro de campo. Eu estou muito satisfeito", disse Caio Júnior, que vê o momento atual como o auge da carreira. 

"Eu me sinto sinceramente no auge da minha carreira, não pelo resultado desse momento de chegar a essa final, mas por conhecimento, são dez anos consecutivos trabalhando no nível muito bom. Estou conseguindo passar isso para o trabalho dentro das equipes que eu dirijo realmente é gratificante chegar a essa final", frisou o técnico de 51 anos.

Paulo Whitaker/Reuters
Chapecoense eliminou San Lorenzo, Junior Barraquilla, Independiente e Cuiabá


Na luta pelo título inédito para o clube, Caio Júnior dá a receita para a Chapecoense vencer o Atlético Nacional, atual campeão da Libertadores, na decisão do torneio - o time já eliminou Cuiabá, Independiente-ARG, Junior Barranquilla-COL e San Lorenzo-ARG. Segundo o comandante, será preciso compreender o estilo de jogo do adversário da final.

"Agora é realmente se concentrar e entender bem o adversário e focar o que nós teremos que fazer na final porque agora que chegamos na final temos que acreditar que é possível ser campeão", disse.

E contra o Palmeiras?

A menos de uma semana do primeiro jogo da final, o treinador sinaliza escalar força máxima no duelo contra o Palmeiras no próximo domingo. O jogo pode decidir o Brasileirão, pois o time paulista precisa de apenas um ponto para ser campeão. A Chapecoense, em contrapartida, ainda tem chances de conquistar uma vaga na Libertadores via campeonato nacional.

"Não se poupa jogador. Quem tem condições vai para o jogo. Desde que eu acho que seja a melhor opção. Importante a gente trabalhar com a recuperação plena dos jogadores em cima da análise da fisiologia", disse o técnico.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos