Tite vota em Cristiano como melhor do mundo e exclui Messi no top 3 da Fifa

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Martins/MoWA Press

    Tite participou da votação do prêmio da Fifa pela primeira vez na carreira

    Tite participou da votação do prêmio da Fifa pela primeira vez na carreira

Novato na função de técnico da seleção, Tite fez sua estreia como eleitor no prêmio de melhor do mundo da Fifa. O comandante brasileiro escolheu o português Cristiano Ronaldo como o número 1 de 2016 e resolveu excluir Messi do top 3. A revelação do treinador foi feita em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo", publicada neste sábado.

Além de Cristiano Ronaldo, Tite fechou sua votação com Neymar em segundo e o francês Antoine Griezmann, em terceiro. O técnico da seleção justificou a exclusão de Messi em seu voto em razão do ano do argentino, complicado por lesões.

"O Messi é o melhor do mundo, mas na temporada o melhor é Cristiano Ronaldo. Pelas conquistas, a temporada do Cristiano foi melhor, o segundo, o Neymar e o terceiro, Griezmann. Deixei o Messi de fora porque ele se machucou muito. O Cristiano é direto e contundente, tem fascínio pelo gol. Messi é lúdico, criativo", disse Tite, na entrevista ao jornal paulistano.

Campeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e da Euro, com Portugal, Cristiano Ronaldo desponta como favorito ao pleito deste ano. O craque português já ganhou a premiação da Fifa em três oportunidades, contra cinco de Messi – o maior ganhador da história do evento.

Os vencedores da Fifa serão escolhidos por um processo misto, com 50% de peso para votação popular e 50% para capitães e técnicos de todas as seleções, como acontecia nos anos anteriores. Os três finalistas serão divulgados ao público na próxima semana, em 2 de dezembro. A entrega do prêmio acontece numa festa na Suíça, em 9 de janeiro. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos