Kaká diz que deixa Orlando City em 2017 e não fecha portas à seleção

Do UOL, em São Paulo

  • Orlando City/Oficial

    Kaká está perto de deixar equipe dos Estados Unidos

    Kaká está perto de deixar equipe dos Estados Unidos

Kaká está próximo de fechar mais um ciclo de sua vitoriosa carreira. Nos Estados Unidos desde 2014, o brasileiro admitiu que o próximo ano será seu último no Orlando City e que ainda não tem uma definição sobre seu futuro profissional. O ex-jogador de São Paulo, Milan e Real Madrid ainda fez questão de elogiar o trabalho de Tite e deixou as portas abertas para um possível retorno à seleção.

Quando perguntado sobre o que faria após pendurar as chuteiras, Kaká preferiu deixar o futuro em aberto. "Não sei ainda. Quero ficar no futebol. Esse é meu último no Orlando", disse o brasileiro em entrevista publicada nesta semana pelo canal Desimpedidos no Youtube, projeto no qual ele é um dos sócios desde 2013.

Questionado, então, se poderia voltar ao Brasil, Kaká não cravou uma decisão, mas deixou clara sua preferência pelo São Paulo. "Se eu fosse voltar, seria para o São Paulo. É muito difícil ir para outro clube", completou.

"Tá dahora, mano (de ver a seleção jogar). Estava assistindo ao jogo contra a Argentina, ambiente legal, a galera torcendo, curtindo a seleção de novo", respondeu sobre a nova fase da equipe comandada por Tite.

Sobre um possível retorno ao grupo, Kaká não fechou as portas. "Meu momento é de estar fora, de curtir. Se eu tiver que voltar em algum momento, o Tite achar que precisa e eu estiver bem, preparado para contribuir, vai ser um prazer voltar à seleção", acrescentou.

Quer receber notícias do futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos