"Espelho para o grupo", Dudu comemora responsabilidade como capitão

Do UOL, em São Paulo

O ano de Dudu pode ser claramente separado em duas partes: antes e depois de virar capitão. Se antes o meia-atacante do Palmeiras era conhecido pelo seu jeito explosivo dentro de campo, muitas vezes prejudicando seu próprio futebol, sua postura mudou depois de receber a faixa que pertencia ao goleiro Fernando Prass.

"Ganhei mais responsabilidade, né? No primeiro turno não estava tão legal, sabia que tinha que mudar e que o time precisava mais de mim. O Cuca me deu essa responsabilidade a mais e sabia que teria que ser um espelho para o grupo. Fiquei muito feliz", disse Dudu em entrevista ao programa Jogo Aberto.

Após o apito final, a dúvida surgiu na cabeça do torcedor palmeirense: será que Dudu deixaria Prass, que entrou em campo nos minutos finais, erguer a taça? O camisa 7, ao lado do presidente Paulo Nobre, foi o responsável por levantar o troféu, mas fez questão de deixar clara a importância do goleiro para os jogadores e torcedores.

"A gente sabe da importância que o Prass tem para o grupo, estávamos até conversando que não sabíamos se ele ia entrar. Fico até meio sem graça de falar sobre isso (quem iria erguer a taça), mas acho que peguei essa responsabilidade de ser capitão no segundo turno e nem pensei, na verdade. Mas sabemos o quanto ele é importante e representa muito para nós", completou.

Dudu ainda falou sobre o assunto mais importante no clube após o título. Cuca fica para a próxima temporada? "Vou falar que ele tem que ficar, né? A gente não sabe, tem um novo presidente... O grupo todo queria que ele ficasse, mas vamos esperar as decisões. Tomara que ele fique para continuarmos o trabalho no ano que vem", finalizou.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos