Polícia pede ajuda do Inter para identificar torcedores no 'caso do drone'

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional ajudará a identificar os responsáveis pela depredação de uma casa nas cercanias do estádio Beira-Rio, no último domingo, após o jogo contra o Cruzeiro. A pedido da 20ª Delegacia da Polícia Civil, o clube disponibilizou o acervo de cadastro de seus torcedores. Os dados serão cruzados com imagens e poderão acelerar o andamento do inquérito.

Registro biométrico, imagens do sistema interno de vigilância do estádio e cadastro de torcidas organizadas já foram disponibilizados à polícia.

Os identificados poderão responder por invasão de domicílio, dano, tentativa de lesão corporal e formação de quadrilha, segundo a Polícia Civil.

"As imagens estão sendo analisadas, o setor de inteligência está cotejando os dados. Se a comparação for exitosa, também vamos acessar a base de dados da Secretaria de Segurança", disse Thiago Baldin, delegado da 20ª DP de Porto Alegre.

Polícia já tem dois suspeitos

Ao mesmo tempo em que acessa o banco de dados do Inter e analisa as imagens, a Polícia Civil afirma já ter dois suspeitos envolvidos no caso. O próximo passo, contudo, depende de confirmação do envolvimento deles na depredação.

"Temos dois suspeitos, mas estamos em busca de mais evidências para tomar as medidas possíveis", afirmou Baldin.

Quer receber notícias do Inter de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos