Atletas e clubes de todo o mundo lamentam acidente com avião da Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

  • Instagram/Reprodução

    Neymar publicou mensagem de solidariedade à Chapecoense

    Neymar publicou mensagem de solidariedade à Chapecoense

Assim que a notícia da queda do avião da Chapecoense, que seguia rumo a Medellín, local da primeira partida da final da Copa Sul-Americana abalou todo o mundo e diversos clubes e jogadores do Brasil e até mesmo de fora manifestaram apoio ao clube catarinense e a solidariedade por todos que estavam a bordo da aeronave.

Depois da confirmação das mortes, a Chapecoense mudou sua imagem no perfil do Facebook para o símbolo em preto e branco, em sinal de luto. Dezenas de clubes brasileiros acompanharam os catarinenses. Todos os clubes da Série A e outros de divisões inferiores alteraram seus perfis com a mesma arte e publicaram a seguinte mensagem: "Hoje, todos os clubes do Brasil são um só. #ForçaChape".

Twitter/Reprodução

Através das redes sociais, diversos clubes, entre eles, o Arsenal, Chelsea,  Benfica, Sevilla, Barcelona e outros jogadores de futebol brasileiros e estrangeiros mandaram mensagens de apoio ao clube catarinense.

Vítima de um acidente semelhante 1949, o Torino também se manifestou: "Comovidos pela tragédia da Chapecoense. É um destino que nos une intimamente. #ForçaChapecoense, vocês são vizinhos fraternais". Além da mensagem, o clube italiano realizou um minuto de silêncio antes de a bola rolar nesta terça-feira (29), em partida válida pela Copa da Itália, contra o Pisa.

Em entrevista ao UOL Esporte, o treinador Vanderlei Luxemburgo lamentou o ocorrido. "É muito difícil falar num momento de tanta dor como esse. Definitivamente, não estamos preparados para isso. Ainda mais da maneira trágica como aconteceu. Muitos amigos e pessoas do bem se foram, entre jogadores, integrantes de comissão técnica e jornalistas, todos amantes do futebol e dedicados ao que faziam. Fica aqui a nossa solidariedade a todas as famílias. Que Deus possa confortá-las", declarou o técnico, que tinha contato direto com vários envolvidos.

"Perdi Mário Sérgio, meu irmão; Victorino Chermont, aquele repórter gente boa, de tantas entrevistas; Paulo Júlio Clement e tantos outros profissionais competentes da mídia. Dos jogadores, trabalhei com Cléber Santana no Santos, lancei Matheus Biteco no Grêmio... Dener também trabalhou comigo no Tricolor Gaúcho. Que perda enorme! Que todos possam descansar em paz. Ficamos aqui com as nossas orações", concluiu.

"Que Deus abençoe todas essas pessoas que estavam neste terrível acidente. #chapecoense", escreveu o brasileiro Lucas Leiva em seu Instagram. Neymar também escreveu. "Impossível acreditar nessa tragédia, impossível acreditar no ocorrido, impossível acreditar que o avião caiu, impossível acreditar que atletas, seres humanos estavam nesse avião, impossível acreditar que essas pessoas deixaram suas famílias .. é IMPOSSÍVEL ACREDITAR!!! Hoje o Mundo chora, mas o céu se alegra em receber Campeões. Meus sentimentos a todos os familiares e amigos FORÇA CHAPE". 

O Real Madrid soltou um comunicado de solidariedade através de seu site oficial. "O Real Madrid lamenta profundamente o trágico acidente aéreo sofrido pelo clube brasileiro Chapecoense e presta suas expressivas condolências a familiares e amigos das vítimas. Ao mesmo tempo, desejamos recuperação aos sobreviventes". 

Cristiano Ronaldo, via Facebook, deixou o seu recado para familiares e amigos das vítimas. "Um abraço para o clube e para todo o futebol brasileiro", escreveu.

O técnico do Villareal, que já trabalhou com Cléber Santana, também comentou o acidente, lembrando do jogador.

"Estamos sofrendo pelo que aconteceu. Sinto muito por esta tragédia, como todo o restante do elenco do Villarreal. Em meu caso, sinto ainda mais, por Cléber Santana, que tive como jogador", disse o antigo auxiliar da equipe 'colchonera', na epoca comandada por Quique Sánchez Flores.

"Era um menino com um comportamento muito bom, que deixou o clube no inverno daquele ano", em referência a transferência do volante para o São Paulo, em 2010.

Jogadores e ex-jogadores, como Pelé e Lukas Podolski também mandaram mensagens de apoio. "Rezem pela Chapecoense e seus familiares", disse o o alemão.

Jorge Jesus, técnico do Sporting, também se pronunciou, lembrando do técnico Caio Júnior. "Triste não só pelos esportistas, mas também pelo treinador Caio Júnior. É um grande amigo meu, fez um estágio comigo em Portugal, estive várias vezes no Brasil com ele", disse.

O ex-palmeirense Valdivia também lembrou de Caio Júnior após o acidente. "Abraço sincero como o de um amigo, um pai, um filho! Esse foi Caio Júnior para mim. Que Deus o receba e sua família tenha forças neste momento. Obrigado por ter me ajudado quando trabalhamos juntos. Excelente pessoa...", escreveu na legenda de uma foto com o treinador.

O próprio Palmeiras também falou. "A Sociedade Esportiva Palmeiras lamenta profundamente o acidente do avião da @ChapecoenseReal e torce por boas notícias. #ForçaChape", escreveu em seu Twitter.

"Minhas orações e solidariedade para os sobreviventes e amigos da Chapecoense no momento tão difícil", disse o colombiano Falcao García.

Alexandre Pato foi outro jogador que atua fora do Brasil a se manifestar. "Estou sem palavras. Tinha amigos ali, amigos da minha família também! Que Deus possa confortar o coração de todos os familiares! #forcachape".

O técnico do Sevilla, Jorge Sampaoli, também lamentou o incidente. "O pesar que terão será imenso. É duro acordar e ler essa notícia", disse.

Veja as mensagens de jogadores:

 

 

Estou sem palavras. Tinha amigos ali, amigos da minha família também! Que Deus possa confortar o coração de todos os familiares! #forcachape

Uma foto publicada por Pato (@pato)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Pray for @chapecoensereal & their families #PrayForChapecoense #Brazil

Uma foto publicada por Lukas Podolski (@poldi_official)

 

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Que Deus abençoe todas essas pessoas que estavam neste terrível acidente. #chapecoense . God bless all these people that were in this terrible accident . #planecrash

Uma foto publicada por Lucas Leiva (@leivalucas)

 

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Que difícil é acordar com essa notícia, mas no momento é orar e desejar força à todos que estavam no voo e os seus familiares! #ForçaChape

Uma foto publicada por Fred Rodrigues (@fred08oficial)

 

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Que Deus coloque suas mãos e guarde todos nesse terrível acidente... é duro e triste, acordar com essa terrível notícia.

Uma foto publicada por Tico Elias (@ticoelias)

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Todos em oração neste momento!!

Uma foto publicada por Diego Tardelli (@tardelli9)

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Sem palavras, em choque com essa péssima notícia! Que Deus conforte o coração de todos os familiares das vítimas... #Luto

Uma foto publicada por Marcos Aoás Corrêa (@marquinhosm5)

 

em

 

Nesse momento estou sem palavras de verdade !!! Não dar pra acreditar meu Deus .

Uma foto publicada por Thiago Silva (@thiagosilva_33)

 

em

 

What a tragedy! #colombia #Chapecoense

Uma foto publicada por Thomas Müller (@esmuellert)

 

em

 

#Repost @omarmomani ??? Sad day for football #Chapecoense #ForçaChape

Uma foto publicada por Iker Casillas (@ikercasillas)

 

em

Veja as mensagens de clubes:

Ex-jogadores, técnicos e dirigentes

Fora do futebol:

 

Que Deus ilumine a grande fase do @chapecoense e que seja apenas um susto... vamos orar pelos nossos atletas e para as pessoas que estavam no avião, queridos amigos e jornalistas

Uma foto publicada por maurrenmaggi (@maurrenmaggi)

 

 

 

 

 

 

 

em

 

Very sad day for the whole brazilian sports community. As a heroic story, worthy of a movie, this is the young Chapecoense Soccer Club, that in a overwhelming way managed to climb from each Division every year and was about to compete in an international final match. Brazil is crying now, but I want to remember these heroes like this video with a lot of joy to represent the beautiful Chapecó city, and every small team that is out there trying to find a way to win and live a dream. As an athlete, I can say that we spend a lot of time traveling, and we let everything in God´s hands, with our faith we only want to bring joy and entertainment to the fans in each game and be back safe to our family. Let us pray for all the families and souls of these true heroes. #Chapecoense #RIP #RestInParadise #ForçaChapecoense Dia muito triste para toda comunidade esportiva brasileira. Como uma história heroica, digna de um filme, este é o jovem time de futebol da Chapecoense, que de maneira fantástica conseguiu a cada ano subir de cada divisão, e estava prestes a competir uma final de um torneio internacional. Assim como eu, o Brasil está chorando agora, mas eu quero lembrar destes heróis com com muita alegria por representar a bela cidade de Chapecó e principalmente cada jovem e clube que luta para encontrar uma maneira de viver um sonho e vencer no esporte. Como atleta, posso dizer que nós passamos muito tempo viajando, e deixamos tudo nas mãos de Deus, com nossa fé nós só queremos trazer alegria e entretenimento para os fãs a cada jogo e assim voltarmos à nossas famílias e casa. Oremos por todas as famílias e as almas desses verdadeiros heróis. #Chapecoense #DescansemEmPaz #ForçaChapecoense #ForçaChape

Um vídeo publicado por Leandrinho Barbosa (@theblurbarbosa) em

 

Em um dia triste como hoje, infelizmente lamentamos a perda de vidas tão semelhantes à rotina rubro-negra. Entre os 81 envolvidos no acidente aéreo em Medellín estavam cinco pessoas que tivemos a honra de conhecer de perto. Arthur Maia, um fanático rubro-negro. Ganhou seu nome em homenagem a Zico e realizou o sonho de vestir o Manto em 2015, marcando um gol pelo time de coração. Cleber Santana chegou ao Flamengo em momento difícil e honrou sua passagem com muita raça e entrega ao Manto, ajudando o elenco com gols sempre importantes em 2012 e 2013. Marcelo conquistou seu espaço com humildade e muito trabalho. Contratado em 2014 após se destacar pelo Volta Redonda, nunca saiu de campo sem deixar até a última gota de suor. Caio Júnior surgiu para o futebol com excelente trabalho no Paraná Clube, quando classificou a equipe para sua primeira Libertadores. Trabalhou no Flamengo em 2008, comandando muitos dos jogadores que seriam Hexacampeões no ano seguinte. Já Mário Sérgio começou a carreira no Flamengo antes de despontar para o futebol brasileiro, quando foi um dos mais talentosos jogadores do riquíssimo cenário nacional dos anos 80. Lamentamos também as perdas de profissionais habituados a cobrir cada detalhe do dia a dia rubro-negro. Muito respeito por jornalistas que, torcedores do Flamengo ou não, viveram grandes momentos do esporte. Desejamos condolências e muita força aos familiares, amigos e admiradores dos envolvidos. #ForçaChape

A photo posted by Flamengo (@flamengo) on

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos