'Despedaçada', mãe de Danilo espera por notícias: "Cada um fala uma coisa"

Do UOL, em São Paulo

Com informações desencontradas sobre o estado de saúde do goleiro Danilo, a bordo do avião com o elenco da Chapecoense, que caiu na madrugada de terça (29), próximo a Medellín, familiares do atleta relataram a dor de receber informações desencontradas a cada minuto.

"Um médico da Colômbia me mandou um áudio em que falava que o Danilo estava bem, indo para o Hospital. Agora, vi que ele morreu na TV. Não sei, a gente não tem informação concreta", disse Daniele Padilha, irmã de Danilo, ao UOL Esporte.

A mãe do jogador, Ilaídes Padilha, também falou sobre a falta de informações concretas sobre o estado de saúde do goleiro. "É uma notícia diferente a cada minuto. Meu coração está despedaçado. Eu jamais achei que passaria por esse momento. Não consegui assimilar. Não está sendo fácil. Não temos notícias concretas. Cada um fala uma coisa. Vamos aguardar a confirmação para saber se foi dada a morte dele mesmo. Ninguém falou ainda: 'seu filho, foi'", disse Ilaídes Padilha, mãe de Danilo, em entrevista ao SporTV.

Minutos depois, à ESPN, a mãe de Danilo afirmou ter recebido informações fornecidas por uma pessoa que está na Colômbia e que afirmou que o goleiro foi encontrado com vida e levado a um hospital.

"No momento, o que sabemos é que ele teria sido transferido para um hospital maior. Recebemos áudio de uma pessoa de lá e esse áudio diz que as notícias foram desencontradas e que não é oficial o que falaram da morte dele. Estão tentando ver se verifica e manda mais alguma coisa para a gente. Estamos esperando notícias da Cruz Vermelha, que é quem vai dizer que ele está bem. A esperança agora é que a gente receberá notícias boas, porque já foram duas que não foram boas", contou.

Em entrevista à Rede Record, o pai do jogador, Eunício Padilha, também falou do desencontro de informações e se mantém otimista sobre o estado do goleiro. "Acredito que ele vai passar por isso aí. É um menino guerreiro, vai passar por essa. No meu coração de pai sinto que ele vai se recuperar. Sei que é duro, mas a família vai vencer. Eu falei com a mulher dele, ela está desesperada. Quem não está, né? Acredite em Deus, que Deus é muito bom. Peço a oração de todo mundo".

Eunício contou ter recebido uma ligação de Danilo antes do embarque. "Ontem por volta de 14h ele falou que sairia 15h e falou que estava indo: 'amanhã, quando eu estiver lá, eu te ligo'. Eu falei para ir com Deus. A gente pede para que dê conforto pra família inteira", disse ao Sportv.

Os pais do jogador ainda deram detalhes de como receberam a notícia do acidente envolvendo a delegação da Chapecoense. "Recebi a notícia às 4h da manhã. Meu vizinho chegou desesperado, chorando, dizendo que o avião havia caído. Ele disse: liga na Rede Globo, no SBT, estão com informações minuto a minuto", contou Eunício.

"Naquele momento foi o pior momento da minha vida e desde aquele momento eu estou assim, com essas notícias desencontradas. Cada hora um fala uma coisa, outro fala outra", comentou Ilaídes.

O caso do goleiro Danilo é de grande desencontro de informações. Primeiramente a notícia era de que o goleiro havia sido resgatado com vida e falecido no hospital. A Cruz Vermelha divulgou em seguida os nomes dos sobreviventes com Danilo entre eles. No entanto, minutos depois, Aeronáutica Civil da Colômbia divulgou outra lista sem o nome do goleiro entre eles.

A falta de notícias oficiais é grande obstáculo aos familiares das pessoas que estavam a bordo do avião que caiu. A noiva de Alan Ruschel e o irmão do zagueiro Neto, ambos na lista de sobreviventes, relataram também que as notícias estão chegando apenas através da imprensa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos