Cruz Vermelha volta atrás e recoloca Danilo entre sobreviventes de acidente

Do UOL, em São Paulo*

De acordo com a Cruz Vermelha colombiana, que participa dos trabalhos de resgate, o goleiro Danilo está entre as pessoas retiradas com vida do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Inicialmente, a entidade divulgou que o jogador não havia resistido aos ferimentos e faleceu no hospital. Mas, depois, voltou atrás e recolocou o atleta entre os feridos que seguem sob cuidados médicos.

A lista da Cruz Vermelha conflita com o que foi divulgado pela Aeronáutica Civil da Colômbia, que não incluiu Danilo na relação de feridos. A lista conta com seis pessoas resgatadas, sendo três jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, o goleiro Follmann e o zagueiro Neto. O jornalista Rafael Henzel e os tripulantes Ximena Suarez e Erwin Tumiri completam a lista de sobreviventes. O UOL Esporte entrou em contato com Chapecoense, CBF e autoridades colombianas, mas não conseguiu confirmar a informação.

A tragédia ocorreu na madrugada desta terça-feira (29), na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia. As autoridades colombianas confirmaram a morte de 75 pessoas, mas a lista oficial de vítimas fatais não foi divulgada. Acompanhada de jornalistas, a Chapecoense viajava para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atletico Nacional-COL.

Danilo vivia a melhor fase da carreira. Durante as oitavas de final da Copa Sul-Americana, o goleiro defendeu quatro cobranças na decisão por pênaltis contra o Independiente-ARG.

Já na semifinal contra o San Lorenzo-ARG, o goleiro salvou a Chapecoense no último minuto do jogo ao evitar um gol argentino em cima da linha. O empate por 0 a 0 na ocasião levou o time de Santa Catarina à final da competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos