Temer aciona Itamaraty e Aeronáutica e decreta luto de 3 dias por acidente

Do UOL, em São Paulo

O presidente da República, Michel Temer, decretou luto oficial de três dias e acionou o Itamaraty e a Aeronáutica para "auxiliar e dar toda a assistência possível" aos familiares das vítimas do acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense à Colômbia.

Em comunicado no site oficial, o Palácio do Planalto ainda informa que o presidente determinou que a Aeronáutica disponibilize aeronaves para família e para translado das vítimas. Temer ainda determinou que o Itamaraty faça contato com governo colombiano e com a prefeitura de Medellín.

Segundo autoridades colombianas, mais de 70 pessoas morreram no acidente aéreo na cidade de La Unión, próximo a Medellín. Entre os seis sobreviventes estão jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, o zagueiro Neto e o goleiro Follmann. As buscas já foram encerradas e ainda não há confirmação oficial do nome das vítimas.

Veja a nota de pesar de Temer

Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras,  expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível.  A aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados. O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional.

Presidência da Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, também manifestou seu pesar em um post no Twitter. "Uma tragédia que nos deixa de luto. Lamentamos o acidente de avião que transportava a Chapecoense. Solidariedade com a família das vítimas e com o Brasil", escreveu.

Ministério do Esporte

O Ministério do Esporte, por meio de um comunicado assinado pelo ministro Leonardo Picciani, também divulgou um comunicado manifestando pesar pelo ocorrido. Veja a nota

O Brasil está de luto com a notícia da queda do avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas brasileiros e cidadãos de Chapecó, que se deslocavam para a Colômbia para a final da Copa Sul-Americana.

O time de Santa Catarina vinha representando com muita honra o Brasil na competição. A campanha histórica da Chapecoense é motivo de orgulho para todos os brasileiros.

O Ministério do Esporte e o governo brasileiro estão trabalhando para apoiar os esforços de resgate e o tratamento dos sobreviventes, além de garantir todo o tipo de auxílio possível às famílias das vítimas.

Pessoalmente e em nome do Ministério do Esporte, lamento profundamente a tragédia e me solidarizo com familiares, amigos das vítimas e a população de Chapecó.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos