Vasco anuncia retorno de Cristóvão Borges para comandar time em 2017

Bruno Braz, Pedro Ivo Almeida e Vinícius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Marcelo Sadio / Site oficial do Vasco

    Cristóvão Borges poderá retornar ao Vasco em 2017 no lugar de Jorginho

    Cristóvão Borges poderá retornar ao Vasco em 2017 no lugar de Jorginho

Apesar do momento de luto no futebol brasileiro e mundial, o Vasco, sob ordem do presidente, Eurico Miranda, optou por anunciar a contratação do técnico Cristóvão Borges nesta terça (29) para "evitar especulações", segundo palavras de pessoas da diretoria.


Eurico ainda alegou ter pressa para resolver o planejamento do time para 2017. O acordo foi selado após encontro no final desta tarde.

Há três semanas, o UOL Esporte revelou que o nome do treinador era o preferido e que a diretoria já agia nos bastidores para articular seu retorno, mesmo antes de Jorginho oficializar a saída. Na ocasião, restavam três rodadas para o término da Série B e o clube corria o risco de não obter o acesso. 

Cristóvão trabalhou no Vasco entre 2011 e 2012. No início, como auxiliar de Ricardo Gomes. Após o AVC do treinador, assumiu o comando da equipe, foi vice-campeão brasileiro de 2011 e chegou às semifinais da Sul-Americana e às quartas de final da Libertadores de 2012. 

O treinador deixou São Januário na sequência e passou por Bahia, Fluminense, Flamengo, Atlético-PR e Corinthians, onde substituiu Tite.

Mesmo após quatro anos, o técnico sempre continuou sendo muito querido pelos funcionários do Cruzmaltino.

Solidariedade às vítimas da tragédia

Mais cedo, Cristóvão Borges se manifestou através de sua assessoria de imprensa lamentando a tragédia que vitimou dezenas de integrantes da Chapecoense, além de jornalistas e tripulantes:

"Foi com muito pesar que todos recebemos as tristes notícias dessa última madrugada.
Fica aqui meu desejo de conforto e força às famílias e amigos das vítimas desse terrível acidente.
E que a Associação Chapecoense de Futebol possa se reerguer dessa tragédia o mais rápido possível.

Cristóvão Borges"

Dirigente no departamento no futebol

A reformulação no departamento de futebol anunciada por Eurico Miranda não deverá se resumir somente à comissão técnica. A chegada de um dirigente para trabalhar em parceria com Euriquinho, filho do presidente, também é aguarda. O herdeiro tem preferência por Felipe Ximenes, ex-Flamengo, Fluminense, Coritiba e Goiás. Já outra corrente faz lobby por Anderson Barros, que trabalhou por mais de dez anos no Rubro-Negro e também tem passagem pelo Botafogo.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos