Carros funerários fazem fila para transportar corpos na Colômbia

Felipe Pereira

Do UOL, em Medellín (COL)

  • Felipe Pereira/UOL

    Carros funenários fazem fila no IML de Medellín

    Carros funenários fazem fila no IML de Medellín

Depois de dar início na manhã desta quarta-feira ao reconhecimento dos corpos das 71 vítimas do acidente aéreo sofrido pela delegação da Chapecoense, carros funerários já se preparam para transportar os corpos identificados do IML de Medellín para as funerárias nesta tarde.

Ao todo, cerca de nove carros já estão enfileirados do lado de fora do IML colombiano para ajudar neste transporte, sendo que cada um dos veículos tem capacidade para levar dois corpos. Chegando na funerária, eles serão embalsamados e aguardarão a certidão de óbito. Passada a parte burocrática, estarão liberados para serem transportados ao Brasil.

A expectativa é de que sejam preparados entre 20 e 30 corpos a partir desta tarde. As nacionalidades destes primeiros corpos não foram informadas, mas brasileiros já devem estar nesta primeira parte.

Vale lembrar que pelo menos 20 corpos já foram identificados. O número foi divulgado pelo ministério de Relações Exteriores e pela embaixada brasileira na Colômbia. 

O chanceler José Serra chegará ao país por volta das 16h e participará das homenagens aos mortos em Medellín nesta quarta. A expectativa é que os corpos das vítimas comecem a ser liberados para o translado ao Brasil na próxima quinta (01).

Homenagem no IML
 
Na manhã desta quarta, um taxista passou pelo IML para prestar uma homenagem aos mortos no acidente aéreo. Sem falar com ninguém, desceu do carro, deixou um buquê de rosas brancas na porta do local e foi embora.
Felipe Pereira/UOL
Flores deixada por um taxista na manhã desta quarta-feira
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos