Coritiba quase viajou pela Lamia em outubro, mas optou por voo comercial

Do UOL, em São Paulo

O Coritiba preteriu, no mês de outubro, uma proposta de voo fretado pela Lamia, mesma empresa aérea que levava o elenco da Chapecoense para Medellín (COL) no acidente que vitimou 71 pessoas e deixou seis feridos. A notícia foi confirmada ao UOL Esporte pela assessoria de imprensa do clube alviverde.

O clube não explica, porém, por qual motivo não aceitou a proposta feita pela Lamia. "O CFC cotou vários vôos para a Colômbia, dentre eles a mesma empresa. O clube optou pelo voo comercial", resume a assessoria de imprensa.

Para ir até Medellín para o jogo contra o mesmo Atlético Nacional, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, realizado no dia 26 de outubro, o clube recebeu uma oferta da Lamia e de outras empresas de fretamento, mas optou por voo comercial em uma viagem que levou cerca de 15 horas e contou com duas escalas: São Paulo e Bogotá.

A viagem teve início no Rio de Janeiro, após a partida com o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 23 de outubro.

A empresa boliviana é bastante utilizada por equipes de futebol para viagens entre países da América do Sul. A própria seleção da Argentina utilizou o avião que sofreu o acidente viajar até o Brasil para o jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo, disputado no Mineirão.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos