Bryan não se preocupa com busca do Cruzeiro por lateral e revela planos

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Portre Imagens/Cancha Assessoria

    Lateral não se incomoda com concorrência e faz planos para um 2017 em alta no Cruzeiro

    Lateral não se incomoda com concorrência e faz planos para um 2017 em alta no Cruzeiro

Ele foi um dos destaques do América-MG na campanha do estadual e um dos responsáveis por ajudar o time a recuperar a hegemonia em Minas Gerais após 15 anos de seca. Do "primo pobre" de Belo Horizonte, Bryan chamou a atenção do Cruzeiro e chegou ao clube como uma das apostas para resolver os problemas do lado esquerdo. Mas os seis meses na nova equipe não foram suficientes para que ele se firmasse. A carência no setor continuou e fez com que a procura por reforços se tornasse uma realidade nas reuniões da diretoria. Porém, a iminente chegada de outro concorrente não assusta o jogador. Em conversa com o UOL Esporte, Bryan conta sobre seus planos para o segundo ano no Cruzeiro e o que pretende fazer para ganhar de vez a titularidade na Toca da Raposa.

"Tive um período de adaptação neste ano de 2016, mas, quando tive oportunidade, sempre procurei dar o meu melhor. Espero ter muitas alegrias em 2017, e principalmente dar muitas alegrias ao torcedor, além de conquistar títulos", comentou o jogador de 24 anos, que, apesar de já ter passado pela base do Cruzeiro, foi no rival América que Bryan se tornou profissional e se destacou após ser emprestado para alguns clubes.

"Com certeza sou muito grato ao América por tudo. É o clube que tive a oportunidade de fazer parte desde a base até o profissional. Graças a Deus consegui encerrar meu ciclo no América dando um título importante para o clube. Fiquei muito feliz por isso", acrescentou.

No início da temporada, o argentino Sanchez Miño foi o principal homem no lado esquerdo do Cruzeiro. Contudo, o gringo não caiu nas graças da torcida nem se firmou no time. Seu sucessor foi Edimar, titular com Paulo Bento, mas reserva na maioria dos jogos com Mano Menezes. Fora das quatro linhas, a diretoria já se movimenta para trazer Diogo Barbosa, que atualmente defende o Botafogo. O pedido pelo reforço partiu do próprio treinador celeste.

"Isso não me incomoda. Vou dar o meu melhor sempre, independentemente de quem esteja disputando a posição. Tenho muita fé que, no ano de 2017, vou dar muitas alegrias ao torcedor do Cruzeiro", concluiu.

Nesta temporada, Bryan já entrou em campo por 25 vezes, sendo dez delas defendendo o América, ainda pelo estadual. Com a camisa do Cruzeiro, o lateral fez 15 jogos, mas ainda não conseguiu calibrar o pé o suficiente para voltar a marcar seus gols de fora da área, tendo sido o próprio Cruzeiro uma de suas vítimas.

"Sempre chutei muito forte. Desde novo sempre treinei muito essa parte. Até hoje, nos treinamentos, sempre procuro aproveitar para aprimorar meus chutes".

Quer receber notícias do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos