Goleiro Follmann passa por cirurgia, e clínica descarta nova amputação

Felipe Pereira

Do UOL, em Medellín (Colômbia)

  • Divulgação

O goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes do desastre aéreo da Chapecoense na madrugada de terça-feira, não deve sofrer amputação na perna esquerda, conforme cogitado. A informação foi divulgada na noite desta quinta-feira pela clínica onde o atleta foi internado.

Follmann é um dos seis resgatados com vida após a queda do voo que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, onde o time disputaria as finais da Copa Sul-Americana.

Nesta quinta-feira, o jogador passou por intervenção cirúrgica na clínica de Medellín. Segundo o boletim médico, Follmann "continua com estrita vigilância na Unidade de Cuidados Intensivos", mas com evolução satisfatória.

"Durante a cirurgia, evidenciou-se um adequado estado da amputação da perna direita. No membro inferior esquerdo, as lesões evoluíram adequadamente, de forma que não foi necessária a amputação", avisa o comunicado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos