"Apertou a mão do meu pai e mexeu as pernas", diz irmã de Alan Ruschel

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram

    Irmã posta mensagem sobre o estado de saúde do irmão

    Irmã posta mensagem sobre o estado de saúde do irmão

A irmã de Alan Ruschel, Amanda Ruschel, postou um texto falando do estado de saúde do irmão, um dos sobreviventes da queda do avião da Lamia na madrugada da última terça (29). com o elenco da Chapecoense. Amanda contou que o lateral aperta a mão do pai, que está em Medellín, mexe as pernas e fica agitado quando acorda tentando tirar os aparelhos. 

"Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.' Amém. Quero agradecer todas as mensagens positivas que estamos recebendo. Agradecer por todas as orações, pois é o que mais precisamos. O Alan está se recuperando, só que quando começa a acordar, se agita muito, tenta arrancar os aparelhos, então continua sedado. Meu pai disse que fala o tempo todo com ele, Alan apertou a mão dele, e mexeu as pernas", diz o texto publicado por Amanda em seu Instagram ao lado de uma foto do irmão. 

"Vamos continuar com orações para todos. Para os familiares e amigos dos guerreiros que estão com Deus, pois eles precisam muito, muito mesmo. Que o Pai, nosso Senhor todo poderoso, continue confortando os corações de quem clama, pois só Deus para da força", termina Amanda. 

No boletim médico divulgado pela Chapecoense na tarde desta sexta (02), os médicos relatam que a evolução do lateral é boa. "Foi submetido à cirurgia na coluna vertebral e inspira cuidados. Está com movimentos normais em membros superiores e inferiores. Apesar das múltiplas escoriações, oferece boas perspectivas de melhora. Já conversou com a família", diz o boletim. 

O texto publicado pela Chapecoense ainda fala sobre o estado de saúde dos outros três brasileiros sobreviventes: Neto, Jackson Follmann e Rafael Henzel.

"Zagueiro Neto: Clinicamente está bem. Foi o último dos resgatados, também apresenta boas perspectivas de melhora. Goleiro Follmann: É o que se encontra em estado mais grave. Teve uma das pernas amputadas. Ainda assim, seu quadro é estável. Está entubado e requer mais cuidados. Jornalista Rafael Henzel: Sofreu um trauma toráxico e uma fratura de perna. O estado também é crítico, mas as perspectivas são otimistas. O pulmão apresentou melhoras".

O boletim ainda explica que não há previsão de alta dos pacientes, porque a situação ainda inspira cuidados, mas ressalta que os sobreviventes estão sendo muito bem assistidos.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos