Corpo de piloto do avião da Lamia chega a cidade na Bolívia para ser velado

Da EFE

O corpo de Miguel Quiroga Murakami, o piloto boliviano do avião da companhia aérea Lamia que caiu na segunda-feira na Colômbia enquanto transportava o time da Chapecoense, chegou nesta sexta-feira (2) à sua cidade natal, a amazônica Cobija, no norte da Bolívia.

Dezenas de pessoas, entre familiares e amigos, receberam o caixão com o corpo de Quiroga no aeroporto Aníbal Arad, de Cobija, que foi a primeira parada feita pelo avião Hércules enviado pelo governo da Bolívia para repatriar os restos dos bolivianos falecidos no acidente aéreo.

O caixão foi coberto com uma bandeira da região de Pando, cuja capital é Cobija, e transferido ao local onde será realizado o velório de Quiroga.

O avião com os corpos de Ovar Goytia (copiloto), Sisy Arias (piloto), Romel Vacaflores (auxiliar de voo) e Alex Quispe (despachante) se dirige agora para região de Santa Cruz, no leste da Bolívia.

No avião Hércules viajam também familiares das vítimas e membros do governo boliviano que foram à Colômbia para coordenar o retorno de seus compatriotas.

O avião da Lamia caiu na segunda-feira passada a 17 quilômetros da cabeceira da pista do aeroporto que serve à cidade colombiana de Medellín, deixando 71 mortos e seis sobreviventes.

As autoridades de Cobija decretaram dois dias de luto sem suspensão de atividades em homenagem ao piloto falecido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos