Revelado pelo Inter, zagueiro que morreu em voo será velado no Grêmio

Bruno Freitas, Danilo Lavieri e Luiza Oliveira

Do UOL, em Chapecó (SC)

Revelado pelo Internacional em 2002, o zagueiro Filipe Machado terá seu velório organizado no Grêmio. O pai do atleta, Osmar Machado, explicou que a decisão foi tomada porque não recebeu nenhum contato de ajuda da equipe Colorada.

Em entrevista na Arena Condá, ele explicou que não guarda mágoa do Inter, mas que aceitou a ajuda gremista pela falta de estrutura para a cerimônia. Depois do velório, o atleta será enterrado na cidade natal: Gravataí.

"Não quero julgar o Inter, porque eles vivem um momento difícil. Mas eles não me ligaram. E minha cidade não teria estrutura para receber o velório, porque eu acho que vai muita gente. Então o Grêmio ligou e a gente aceitou", explicou.

Depois, em entrevista ao Zero Hora, Osmar disse que o Inter só ligou quando a cerimônia com o Grêmio já estava fechada e que já não era mais possível aceitar o convite colorado.

A assessoria de imprensa do Inter admite ter falado com a mãe do jogador apenas na última quinta-feira e reitera que colocou o Beira-Rio à disposição. A assessoria do Grêmio, por sua vez, afirma ter apenas aceitado o pedido da mãe do jogador.

Osmar afirmou que a única relação que seu filho tinha com o Grêmio foi uma passagem aos 9 anos de idade. Filipe ficou marcado após o acidente por ter feito um vídeo mostrando a felicidade dele e de seus companheiros no voo que horas depois sofreria o acidente na Colômbia.

Osmar dirigiu de Gravataí, sua cidade natal, até Chapecó para acompanhar a cerimônia. Ele revelou momentos difíceis durante a estrada.

"Eu tenho 66 anos e meu sofrimento não vai durar muito. Mas eu vim dirigindo aqui e pensei várias vezes em enfiar meu carro embaixo de uma jamanta logo. Para que tudo isso acabe logo".

"No meu aniversário eu recebi a notícia que meu filho morreu. Vou enterrar meu filho de 32 anos, com tudo pela frente. Não sei mais o que vou fazer. É muito duro", completou.

A previsão da Chapecoense é que os corpos das vítimas cheguem em Chapecó às 7h deste sábado. Por volta das 10h, a cerimônia deve ter seu início no gramado da Arena Condá.

*Colaboraram Marinho Saldanha e Jeremias Wernek, do UOL em Porto Alegre (RS)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos