Jornalistas da Fox são velados na Assembleia Legislativa de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

  • ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Marines Spinosa, mãe do jornalista Lilácio Pereira Júnior, chega à Assembleia Legislativa de SP para o velório do filho, que morreu no acidente aéreo; ele trabalhava para a Fox Sports

    Marines Spinosa, mãe do jornalista Lilácio Pereira Júnior, chega à Assembleia Legislativa de SP para o velório do filho, que morreu no acidente aéreo; ele trabalhava para a Fox Sports

Vítimas do trágico acidente aéreo que matou 71 pessoas na Colômbia, o narrador Deva Pascovicci e o coordenador de transmissões externas da Lilácio Pereira Júnior, ambos ex-profissionais da Fox Sports, estão sendo velados no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

O velório começou por volta das 18h30 e seguirá até as 23h deste sábado (3) para despedidas de amigos, familiares e colegas de profissão.

Da Alesp, o corpo de Deva seguirá para uma cerimônia em Rio Preto. Seu sepultamento acontecerá em Monte Aprazível, no oeste paulista. Já Lilácio será sepultado em Mirassol, também no interior de São Paulo.

Outro profissional da Fox vitimado pela queda do avião com a delegação da Chapecoense, o ex-jogador, técnico e comentarista Mário Sérgio foi cremado em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo. A família da vítima optou por um velório discreto, sem presença da imprensa, marcado para as 16h deste sábado.

Após a queda do avião na madrugada de terça-feira (29), os corpos dos profissionais da Fox foram os primeiros a deixar a Colômbia. Eles deixaram Medellín em voo fretado pela empresa na manhã da sexta (2), poucas horas antes da partida de 50 corpos em três voos da Força Aérea Brasileira rumo a Chapecó, onde parte das vítimas foi velada em cerimônia na manhã deste sábado. 

Jornalistas da Globo são velados no RJ

Os jornalistas da Globo que morreram na tragédia na Colômbia também foram velados neste sábado (3), na sede do Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Os corpos deixaram o local para os sepultamentos sob aplausos e homenagens comoventes dos familiares, amigos, companheiros de profissão e público. Os caixões de Guilherme Marques, Guilherme Van der Laars e Ari Júnior chegaram em General Severiano às 13h05.

Mais de mil pessoas passaram pelo local para a cerimônia religiosa, que durou aproximadamente 30 minutos. Ao final, houve muitos aplausos e o hino do Botafogo foi cantado. Comandados por Pedro Bassan, companheiros da Globo leram mensagens em homenagens aos três mortos na tragédia.

Torcedores do Botafogo, Guilherme Marques e Guilherme Van der Laars foram homenageados pelo clube. Duas cabines de imprensa do Engenhão receberão os seus nomes. O narrador da TV Globo Galvão Bueno enviou coroas de flores. 

Guilherme Marques foi cremado no Cemitério do Caju (zona portuária do Rio), em cerimônia reservada para a família. Guilherme Van Der Laars foi enterrado no Cemitério São João Baptista (Zona Sul do Rio), em cerimônia fechada a familiares. Já o cinegrafista Ari Jr. teve o seu corpo levado para Goiânia. Ele foi o primeiro a deixar a sede do clube. Marques e Van der Laars saíram em seguida. O velório terminou às 16h40.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos