Novo boletim: Neto e Rafael Henzel são os que mais preocupam os médicos

Felipe Pereira

Do UOL, em Medellín

  • AP

A equipe médica atualizou, na tarde deste sábado (03), a condição clínica dos quatro sobreviventes brasileiros internados em Medellín, vítimas do acidente aéreo com o avião da Chapecoense. Todos inspiram cuidados, e portanto está descartada qualquer previsão de retorno dos pacientes ao Brasil.

Entre eles, o zagueiro Neto, último a ser retirado do local da queda da aeronave, e o jornalista Rafael Henzel são os que mais preocupam os médicos. Edson Stakonski, médico da Chape que acompanha a evolução dos brasileiros, fez um resumo das situações.  

"Follmann é o que está em melhor condição, mas, conforme perguntado pela imprensa colombiana, ainda não poderá sair da UTI. Alan Ruschel já respira sem auxílio. Rafael Henzel e Neto são os pacientes em situações mais críticas: respiram com ventilação mecânica, ambos inspiram muitos cuidados. Todos inspiram", explicou. 

Ruschel e Follmann estão conscientes e acordados. Mais cedo, familiares de Alan Ruschel contaram via redes sociais que o lateral não se lembra do acidente. Henzel e Neto inspiram mais cuidados devido a lesões pulmonares sofridas. 

O acidente aéreo ocorreu na madrugada da última terça-feira (29). Das 77 pessoas que embarcaram no voo, 71 morreram. Alan Ruschel, Neto, Follmann (jogadores), Rafael Henzel (jornalista), Ximena Suárez e Erwin Tumiri (tripulantes) foram os únicos seis sobreviventes. 

Stakonski pediu calma. Perguntado se os jogadores poderiam retornar ao futebol, respondeu que há um "longo trabalho pela frente". "Estamos ainda na fase da vida. Todos ainda correm riscos. Eles têm boa evolução, mas são sobreviventes de uma queda de avião". 

  • Neto, zagueiro da Chape

Jogador continua sedado, em ventilação mecânica. Ele ainda tem uma contusão pulmonar. Segundo os médicos, pacientes em estado muito graves podem ter estado alterado a cada hora. É preciso muita cautela quanto à transferência. Só irão para o Brasil no momento em que estiverem estáveis. Um especialista em coluna viajou até a Colômbia porque o Neto fraturou a quinta vértebra lombar - não foi encontrada, no entanto, fratura grave. O zagueiro passou por uma ressonância para avaliar se a extensão da lesão atingiu algum ligamento.

  • Jackson Follmann, goleiro da Chape

Está consciente e sabe que teve uma perna amputada. O goleiro disse que prefere a vida do que a perna. Hoje de manhã afirmou, segundo os médicos, que tirará isso de letra. Follmann está extubado há mais de 24 h. Conversa, está consciente e bem psicologicamente. Clinicamente precisa de melhora em lesão muscular que liberou muita enzina e pode levar a problema renal. 

  • Alan Ruschel, lateral da Chape

Já foi extubado e está consciente. Não tem lesão medular e mexe os quatro membros. Como todos os sobreviventes, corre riscos de infecção. Os médicos alertam que as condições podem mudar a qualquer momento. 

  • Rafael Henzel, jornalista

O jornalista está sedado e em condição crítica, mas estável. Ele está em prova terapêutica para avaliar se conseguirá continuar respirando por ele mesmo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos