Inglaterra, Itália, Japão... O mundo presta tributo e aplaude a Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

As homenagens à Chapecoense seguem se multiplicando por todo o mundo. Neste domingo (04), no Campeonato Italiano, atletas de Milan e Crotone fizeram um minuto de silêncio e se misturaram no centro do gramado em lembrança às 71 pessoas que faleceram no desastre. 

Na arquibancada, mais homenagens. Uma grande faixa tinha os dizeres "Juntos com as famílias das vítimas da Chapecoense". Os torcedores ainda marcaram o minuto de silêncio com aplausos.

O Milan entrou em campo com uma camisa especial em homenagem ao time catarinense, com o símbolo da Chape no braço e as palavras "Força, Chape!", ditas pelo mundo todo nos últimos dias em homenagem às vítimas do acidente aéreo com o elenco do clube. 

"Hoje vamos jogar com camisas especiais! #ForçaChape", disse o clube ao divulgar o uniforme para o jogo.

Homenagens parecidas marcaram outras partidas do Campeonato Italiano. No pré-jogo de Lazio x Roma, o chamado Derby della Capitale, os rivais se abraçaram durante o minuto de silêncio para prestar tributo à Chapecoense. O mesmo ocorreu em Sassuolo x Empoli, em que a torcida ainda fez uma faixa de apoio com os dizeres "Força, Chape".

Na Inglaterra, os minutos de silêncio chamaram a atenção pelo extremo respeito à dor da Chape. Tanto em Bournemouth x Liverpool quanto em Everton x Manchester United os jogadores e as torcidas se calaram em memória às vítimas. Torcedores do United inclusive levaram uma faixa da Chape com a mensagem "mantenha a bandeira voando alto. Força, Chape".

Reuters / Andrew Yates

Na Holanda, ao visitar o Feyenoord, o Sparta Rotterdam usou uma camisa preta com o escudo da Chapecoense no centro e a frase "Nós estamos com você" minutos antes de entrar em campo. Com a bola rolando, o time da casa goleou por 6 a 1, com o atacante Jorgensen comemorando um de seus gols mostrando a braçadeira de luto e apontando para o céu. Na Espanha, o Alavés recebeu o Las Palmas pela primeira divisão e a torcida da casa cantou pela Chape por longos minutos. O apoio no Estádio de Mendizorroza lembrou a Arena Condá.

 

A solidariedade com a equipe catarinense cruzou o mundo. No Japão, o Cerezo Osaka organizou uma tenda para reunir homenagens ao atacante Kempes, que defendeu o clube em 2012 e faleceu no desastre aéreo nesta semana. Torcedores levaram flores e transformaram o local em uma espécie de santuário. Kempes ainda foi lembrado durante a partida contra o Fagiano Okayama: a camisa dele foi pendurada no banco de reservas da equipe para receber condolências. 

 

Talvez a homenagem mais original venha da segunda divisão do futebol chileno. O Cobreloa desenhou o escudo da Chapecoense no centro do gramado de seu estádio, o Zorro del Desierto, para a partida contra o Puerto Montt marcada para este domingo.

Reprodução/Twitter

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos