Protesto na Paulista tem minuto de silêncio e gestos pela Chapecoense

Pedro Lopes e Ricardo Marchesan

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Marchesan/UOL

    Manifestação na Paulista teve algumas homenagens à Chapecoense

    Manifestação na Paulista teve algumas homenagens à Chapecoense

Homenagens e gestos de solidariedade à Chapecoense fizeram parte – ainda que em poucos momentos – das manifestações a favor da continuidade da operação Lava Jato na Avenida Paulista neste domingo. As menções a tragédia começaram com minuto de silêncio pedido pelos trios elétricos de movimentos que participaram da organização dos protestos, como o Vem Pra Rua.

Em meio a multidão, alguns manifestantes prestaram homenagens, como os estudantes Felipe Marques, 22, e Maiara Luana, 18. Corintiano, o casal participou de uma homenagem no Pacaembu no sábado onde compraram camisas do clube catarinense e decidiram utilizá-las nos protestos de domingo.

Outro manifestante utilizando a camisa da Chape pediu para não ser fotografado nem entrevistado. Justificou dizendo que "apesar de ter sido uma tragédia, hoje estamos aqui para focar nos problemas do Brasil".

Pedro Lopes/UOL
Vendedora não quis se desfazer de bandeira da Chapecoense durante manifestação

Já na periferia da manifestação, uma senhora passava com várias bandeiras de clubes e do Brasil. Todas estavam à venda, menos uma, a da Chapecoense, na qual ela estava enrolada. "É um jeito de homenagear esses meninos", disse. Com medo das autoridades, não quis ter o rosto fotografado, mas exibiu com orgulho a bandeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos