Lamia lamenta mortos em acidente e diz que vai colaborar com investigação

Do UOL, em São Paulo

Quase uma semana após o acidente que culminou na morte dos jogadores da Chapecoense em Medellin, a Lamia, empresa aérea responsável pelo voo, emitiu um comunicado lamentando as vítimas da tragédia.

"Lamia expressa seu profundo sentimento de dor pela perda dos passageiros e colegas do voo LM2933, do dia 28 de novembro de 2016, acidentado nas imediações de Medellin, Colômbia. Acompanhamos em sua dor as famílias que perderam seus entes queridos nessa tragédia assim como aqueles que sobreviveram, por quem rezamos para sua pronta recuperação. Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para buscar o bem-estar de todos e cada um dos afetados. Neste momento, a Lamia colabora ativamente com a investigação do acidente da Colômbia e com as autoridades competentes da Bolívia e em outros países para compreender adequadamente a causa dessa tragédia", disse.

Desde que o acidente aconteceu, a empresa não havia feito nenhuma postagem em sua página no Facebook. Em algumas entrevistas, diretores chegaram a falar sobre a queda do avião.

O acidente da última terça-feira resultou na morte de 71 pessoas, incluindo jogadores, comissão técnica e diretores da Chapecoense, além de jornalistas. Seis pessoas sobreviveram, quatro brasileiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos