Após CR7 e portugueses do Real, Modric é novo alvo da Fazenda espanhola

Do UOL, em São Paulo

  • Jeff Zelevansky/Getty Images/AFP

Luka Modric é o mais novo alvo da Fazenda espanhola, que tem investigado uma série de jogadores do Real Madrid após novos vazamentos de informações do Football Leaks, divulgados pelos jornais "El Mundo" e "Der Spiegel", obtidos pelo consórcio EIC (European Investigative Collaborations).

Segundo os documentos recebidos pelas publicações, o meio-campista croata desviou os direitos de imagem recebidos do clube madrileno em 2012, 2013 e 2014 para uma empresa sediada em Luxemburgo, um paraíso fiscal. Os órgãos públicos espanhóis começaram a analisar o caso em janeiro deste ano.

A empresa em questão é gerida por sua mulher, Vanja, e leva o nome do filho Ivano. De acordo com as informações divulgadas por "El Mundo", o capital inicial da empresa era de 3,6 milhões de euros, passando para 4,5 milhões ao final de 2013 e 6 milhões no fim de 2014. O dinheiro era oriundo de contratos publicitários de empresas como a Nike e do próprio Real Madrid, que pagava ao jogador 1,5 milhão de euros (R$ 5,5 milhões) anual pelos direitos de imagem.

O caso de Modric se diferencia do modelo adotado por Cristiano Ronaldo, Pepe e Fabio Coentrão, todos clientes do agente Jorge Mendes, que cederam a gestão de suas sociedades a empresas irlandesas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos