Secretário da Fazenda espanhola diz que CR7 pode pegar 6 anos de prisão

Do UOL, em São Paulo

  • Francisco Seco/AP

    Cristiano Ronaldo está envolvido em polêmica fiscal na Espanha

    Cristiano Ronaldo está envolvido em polêmica fiscal na Espanha

 

Acusado de participar em fraudes fiscais para sonegar cerca de 160 milhões de euros (R$ 587 milhões em valores atuais), Cristiano Ronaldo pode pegar até seis anos de prisão caso o processo siga adiante, segundo o secretário-geral do Ministério da Fazenda da Espanha, José María Mollinedo.

"Estaríamos diante de um delito fiscal grave. Isso supõe que a pena mínima de prisão seja de dois anos por cada ano defraudado. Se a inspeção está aberta por três anos, são no mínimo seis anos de prisão", disse Mollinedo à rádio RAC1.

Mollinedo também declarou que, se desejar, Cristiano pode se antecipar aos procedimentos e reconhecer os delitos para reduzir uma possível pena.

"Se, antes de dois meses desde o início da investigação, ele reconhece judicialmente os feitos e pagar a quantia defraudada, pode-se rebaixar até dois grau da pena. Pela envergadura das informações, acreditamos que [o caso] deve passar diretamente ao Ministério Público", afirmou.

Cristiano Ronaldo foi acusado de usar paraísos fiscais para evadir impostos, em suposto esquema que teria a participação de seu empresário, Jorge Mendes.

Já representantes do jogador alegaram sua inocência e apresentaram um certificado emitido pela Agência Tributária. O documento provaria que "conforme os dados da Agência Tributária, o solicitante (Cristiano Ronaldo) se encontra em dia com suas obrigações tributárias".

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos