Gabriel Jesus levará "parças" para Inglaterra e revela sofrimento com frio

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

    Gabriel Jesus fez sua despedida do Palmeiras contra a Chapecoense

    Gabriel Jesus fez sua despedida do Palmeiras contra a Chapecoense

O atacante Gabriel Jesus deu os primeiros detalhes sobre sua ida para o Manchester City. Em entrevista coletiva de despedida nesta quarta-feira, o jogador falou sobre seus planos para a Inglaterra. Os amigos do Jardim Peri não serão esquecidos.

"Se pudesse, levava todos que estão desde o meu crescimento comigo. Sou muito conectado ao meu bairro. Toda vez que estou de folga, estou em casa, vou para lá. Se pudesse, levava o bairro do Jardim Peri inteiro. Formar um Jardim Peri na Inglaterra. Lugar que tenho paz, onde gosto de estar", destacou.

"Já que não dá, estou indo com minha mãe, irmão e dois amigos que desde o crescimento estão comigo. Jogaram comigo. Vivem comigo no dia a dia, quando não estou viajando. Então, espero que me ajudem muito lá. Dois amigos que farão diferença. Oportunidade para eles estudar, crescer e aprender muita coisa lá", disse.

Uma das dificuldades que Gabriel Jesus encontrará será o frio. A todo instante, o atacante falou sobre o clima que enfrentará na Inglaterra; o camisa 9 da seleção brasileira, para enfrentar as baixas temperaturas, precisará de um 'armário' novo.

"Não estava pensando em nada [vendo jogo do City no estádio] porque estava muito frio. Estava tremendo. Terei de comprar roupa de lá, jogar minhas roupas fora", completou.

Gabriel também falou sobre o início de relação com Guardiola e já elogiou todo o trabalho feito pelo treinador espanhol.

"Ainda bem que tem dois brasileiros, argentinos e espanhol. Isso vai ajudar muito também. Fico contente com o empenho do treinador em fazer com que me adapte o mais rápido possível e consiga demonstrar meu futebol", afirmou.

"É uma excelente pessoa e técnico. O que mais importa é o caráter da pessoa. Primeiro contato foi muito bom, gostei. Ele gosta de brasileiros, passou planejamento desde a primeira vez que me ligou, que não tinha fechado ainda. Foi importante para minha decisão. Primeira conversa foi muito boa. Cara divertido, espero aprender muito com ele", completou.

O atacante do Palmeiras ainda revelou a vontade de vestir a camisa 33 no Manchester City, o mesmo número usado desde que chegou ao profissional do Palmeiras.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos