Bolívia procura terceiro sócio da Lamia e desconfia de ida a Colômbia

Do UOL, em São Paulo

  • Flight Radar

A Procuradoria-Geral da Bolívia pedirá as autoridades que investiguem se Marco Rocha deixou o país e tomou como rumo a Colômbia. Marco é tido pelo governo boliviano como o terceiro sócio da Lamia.

As autoridades acreditavam que a empresa tinha apenas dois acionistas: o piloto Miguel Quiroga, morto no acidente com o avião da Chapecoense, e Gustavo Vargas Gamboa, que está preso. Porém, após investigações chegaram ao nome de Rocha.

"Pedimos ao departamento de migração que nos envie o fluxo migratório para ver se se encontra no país, ou saiu para  outro, possivelmente a Colômbia", afirmou o procurador-geral, Ramiro Guerero, em entrevista ao programa No Mentirás.

O Ministério Público da Bolívia pediu ao MP da Colômbia que coletem informações em seu país para que eles possam dar o  paradeiro de Marco Rocha.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos