Falta de gols faz Corinthians buscar dupla de centroavantes para 2017

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Jô, centroavante do Corinthians, durante treinamento na reta final de 2016

    Jô, centroavante do Corinthians, durante treinamento na reta final de 2016

Diagnóstico traçado por Tite ainda antes de ir à seleção brasileira, a falta de um fazedor de gols, preferencialmente centroavante, é considerada a grande carência do Corinthians em 2016. Por isso, a direção trabalha para dar um concorrente a Jô na próxima temporada. 

Um indício dessa possibilidade já surgiu na última semana. Leandro Damião admitiu a algumas pessoas próximas que foi buscado pelo Corinthians para o próximo ano. A direção do clube não confirma a informação, mas quer sim mais um jogador com esse perfil. Outros nomes já foram especulados, como o palmeirense Rafael Marques, Pottker, da Ponte Preta, e Hernane Brocador, do Bahia. 

Uma rápida olhada para os rivais mostra a deficiência do Corinthians na função em 2016. No Santos, Ricardo Oliveira tem 22 marcados, um a mais que o palmeirense Gabriel Jesus fez. Já no São Paulo, o argentino Calleri deixou o time em julho com a marca de 16 gols anotados. O goleador corintiano na temporada é o paraguaio Romero, com 13 gols e que rende melhor quando escalado na ponta direita. Ao fim do ano, o titular da posição é Guilherme, improvisado. 

Para o Corinthians, recuperar esse poder de fogo é uma prioridade em 2017. Em especial se o clube conseguir a vaga na próxima Copa Libertadores e tiver maior capacidade de investimento, um novo nome de maior peso deverá ser buscado. 

Essa decisão, cabe frisar, não tem qualquer relação com Jô. Em treinamentos já há algumas semanas, o centroavante ex-Atlético-MG tem agradado, seja pela forma física ou pela condição técnica, nos trabalhos realizados com o treinador Oswaldo de Oliveira. 

No que diz respeito a centroavantes, quem deverá realmente deixar o elenco é Gustavo, ex-Criciúma. Recentemente contratado, ele tem vínculo longo e é bastante provável que seja emprestado para ganhar rodagem no próximo ano. A decisão já está encaminhada há algumas semanas e ganhou força com a fase final do Campeonato Brasileiro. Por 40% dos direitos dele, o Corinthians investiu R$ 3 milhões. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos