Chape apresenta técnico e diretores e avisa: "Chegou a hora da verdade"

Danilo Lavieri

Do UOL, em Chapecó (SC)

  • Danilo Lavieri/UOL

    Vagner Mancini (centro) é apresentado ao lado do diretor Rui Costa

    Vagner Mancini (centro) é apresentado ao lado do diretor Rui Costa

A Chapecoense apresentou nesta sexta-feira (9) cinco novidades para o seu departamento de futebol: o técnico Vagner Mancini, o diretor executivo, Rui Costa, o diretor de futebol, João Carlos Maringá, o gerente, Nivaldo Constante, e o novo preparador físico, Marquinhos.

Com a sala de imprensa lotada, a equipe de Santa Catarina reforçou que precisará da ajuda de todos os clubes para reconstruir a equipe após a tragédia que vitimou 71 pessoas.

"Nós precisamos reconstruir uma equipe que estava encantando o país. Todos estavam acompanhando a ascensão e fico lisonjeado de dar continuidade ao trabalho do Caio Júnior", afirmou Vagner Mancini.

"É importante montar um elenco que suporte tudo isso e que seja a cara que o torcedor quer ver. O torcedor da Chapecoense não está restrito ao pessoal de Chapecó. Hoje a marca Chape é mundial. A gente precisa entender que o nome é maior, a torcida é maior", completou.

Rui Costa reforçou que agora é hora de todas as promessas feitas pelos clubes serem realizadas e admitiu que o desafio aumenta muito com o clube participando da Recopa, Libertadores, Brasileirão, Copa do Brasil, Primeira Liga, Estadual, Copa Suruga e Copa Joan Gamper.

"Começamos a trabalhar hoje, fizemos a primeira reunião. É um desafio gigantesco. É desnecessário dizer o desafio numérico de compor um elenco inteiro. São competições extremamente importantes que vamos participar. Já falei a todos do departamento que vamos precisar de um processo extremamente ágil. E tudo isso vai demandar análise do perfil de cada jogador dentro da filosofia do clube e das condições que vão nos dar. Chegou a hora da verdade para ver o que vai se concretizar após as promessas e ver o que vão nos oferecer dentro do que a gente tem interesse", explicou Rui. 

"De repente precisaremos ter um elenco até superior ao que vinha fazendo um excelente trabalho, por causa do tanto de competições que vamos ter durante esta temporada", finalizou. 

Clube ganhará 250 mil euros do Barça

Após a apresentação, Maninho, o presidente do Conselho Deliberativo, anunciou que o clube vai ganhar 250 mil euros (quase R$ 900 mil) para participar do torneio Joan Gamper, em Barcelona.

"Eles vão bancar toda a nossa ida, nossa estadia e tudo para que o jogo seja feito, além de ajudar com essa verba. É mais um clube irmão, que nos ajuda com o que a gente realmente precisa", afirmou o dirigente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos