Flu faz mistério, mas futebol já trabalha nos bastidores antes de anúncio

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

    Flu ainda não oficializou contratação de Alexandre Torres, que já participou da negociação por Abel

    Flu ainda não oficializou contratação de Alexandre Torres, que já participou da negociação por Abel

Oficialmente a maior novidade do Fluminense para a próxima temporada foi a contratação do técnico Abel Braga. Além disso, Jorge Macedo foi demitido e não será o diretor executivo em 2017. E isso é tudo até o momento, mesmo após 12 dias de Pedro Abad ser eleito o novo presidente do Tricolor.

Nos bastidores, porém, a situação é completamente diferente. Apesar de a diretoria ainda não estar completamente definida, alguns nomes já se fazem presente no dia a dia do futebol. O primeiro deles, evidentemente, é o presidente Pedro Abad, que dará a palavra final sobre qualquer decisão tomada.

Quem também já trabalha para o futebol profissional é Marcelo Teixeira, ex-gerente geral da base e que ficará responsável pela transição dos meninos de Xerém com o time principal.

Apresentado na semana passada, o técnico Abel Braga também participa ativamente do dia a dia do futebol. Mesmo caso do vice-presidente de projetos especiais, Pedro Antônio, que participação nas negociações com o treinador.

Quem também já apareceu no clube é Alexandre Torres. O próprio Abel Braga entregou o filho do Capitão do Tri participou das negociações para sua chegada. Nem mesmo o interesse do Vasco atrapalhou. A tendência é que ele seja oficializado nos próximos dias.

Assim, duas vagas ainda faltam ser preenchidas na diretoria. O vice de futebol foi oferecido a Pedro Antônio, que recusou nesse primeiro momento. Já o cargo de diretor executivo deve ser preenchido por Fernando Gonçalves, nome escolhido pelo Fluminense e que atualmente trabalha no Flamengo.

O principal desafio do Fluminense é fazer uma reformulação no elenco. Jogadores com salários altos não estão assegurados. Outros já sabem que não ficarão, como Magno Alves e Jonathan, que ficam sem contrato nesse mês.

Outros tantos estão fora dos planos, mas têm contrato longo. São os casos de Gum, Giovanni, Pierre, Dudu, Maranhão, Danilinho, Osvaldo e Henrique Dourado. A ideia é arranjar clubes para encaixar a maioria desses atletas, o que não será uma missão fácil.

Até agora, o Fluminense já trouxe dois reforços para a próxima temporada, ainda na gestão Peter Siemsen. Trata-se de Sornoza e Orejuela, ambos que se destacaram na campanha do Dell Valle no vice-campeonato da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos