Flu repudia bullying a colorados em trem; autor de vídeo é hostilizado

Do UOL, em São Paulo

Um vídeo publicado nas redes sociais na noite de domingo de torcedores do Fluminense provocando colorados em um trem do Rio de Janeiro gerou repúdio do clube carioca e tornou o autor Bruno Vargas Costa alvo de diversas ameaças na internet.

No Facebook, foram criados dois "eventos" para insultar o torcedor. Supostos dados pessoais seus como endereço, telefone, nome da mãe e CPF foram divulgados nestas páginas.

Diante da repercussão, Bruno fez um post pedindo desculpas, mas logo depois deletou a sua conta.

"Primeiramente gostaria de esclarecer que não houve nenhum tipo de agressão física da minha parte a torcedores do Internacional e sim gozação normal de futebol. Meu time já foi roubado em decisão de Copa do Brasil, já foi rebaixado, já foi humilhado, já caiu pra Série C e aceito numa boa as gozações de torcedores rivais! Futebol é assim, um dia você sacaneia e outro dia é sacaneado! Mesmo assim, por causa da repercussão negativa venho através desse post me retratar com os torcedores colorados e também de outras equipes! Futebol envolve paixão e reconheço que exagerei nas minhas palavras, e por isso peço desculpas a todos!", escreveu.

O Fluminense emitiu uma nota oficial em seu site condenando a postura destes torcedores e pediu desculpas aos colorados.

"O Fluminense Football Club vem a público manifestar seu repúdio à atitude de três torcedores do clube contra integrante da torcida do Internacional, em vídeo gravado no retorno do jogo deste domingo, no metrô. O Tricolor pede desculpas aos colorados e ressalta que este comportamento condenável não representa o da nossa torcida. O respeito ao torcedor adversário precisa ser uma prática comum e recorrente. O futebol deve servir como instrumento de propagação da união, jamais do ódio"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos