Inter analisa calendário e estuda desistir da Florida Cup em 2017

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação Inter

    Nova diretoria quer ter acesso a contrato assinado em 2015 para definir futuro

    Nova diretoria quer ter acesso a contrato assinado em 2015 para definir futuro

O Internacional não está totalmente certo sobre a disputa da Florida Cup em 2017. Rebaixado à segunda divisão nacional, o clube gaúcho estuda qual o calendário para definir se vai ou não aos Estados Unidos. As férias do elenco, adiadas por conta do atraso da última rodada do Brasileirão, é que deixa o Colorado pessimista sobre a pré-temporada no exterior.

A tragédia com o voo da Chapecoense fez com que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) decretasse luto oficial de sete dias no futebol brasileiro. A parada respingou na agenda.

Os jogadores entrarão de férias somente nesta segunda-feira (12) e, por lei, têm direito a um recesso de 30 dias. Assim, só voltariam após a primeira semana de janeiro. O que implica na programação de embarque aos Estados Unidos.

É possível legalmente 'comprar' 10 dias de férias de cada um dos jogadores. Sendo assim, o elenco voltaria no começo do primeiro mês de 2017 e conseguiria jogar. Porém, arcar com tais pagamentos elevaria o custo mensal em aproximadamente 33%.

Além disto, ao contrário do Atlético-MG, o Inter precisa pagar boa parte da hospedagem e deslocamento até os Estados Unidos. Os custos são considerados caros para manter um time alternativo, como fará o clube mineiro.

No entanto, desistir da competição que já tem até calendário e jogos marcados acarretaria a cobrança de uma multa. Segundo apurou o UOL Esporte, a estratégia do Inter é buscar uma saída no contrato com base em 'motivo de força maior' para desistência. A ideia é provar que o adiamento da última rodada impossibilitou o clube.

A decisão de não embarcar é recente. Vários jogadores e funcionários do Inter buscaram regularizar suas situações para obter visto e estarem aptos a entrar nos Estados Unidos. Internamente, o clube trata o plano de não viajar como um problema de calendário. E não um desconforto por estar na Série B.

Antes disso, o novo treinador colorado será anunciado. Antônio Carlos Zago será confirmado, em nota oficial no site do Inter, ao longo da segunda-feira. Ele deve trazer Galeano, ex-volante, como auxiliar e um preparador físico. O clube gaúcho também anunciará, no decorrer da semana, seu novo diretor executivo de futebol. Jorge Macedo, formado no Beira-Rio e que estava no Fluminense até o início do mês, é um dos mais cotados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos