Ruschel e Rafael Henzel são internados em Chapecó 15 dias após acidente

Do UOL, em São Paulo

O jogador Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel estão, enfim, em casa. Os sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense chegaram ao aeroporto de Chapecó às 21h35 desta terça-feira, 15 dias depois da tragédia.

Os dois, que viajaram lúcidos, foram internados no Hospital Unimed Chapecó, por volta das 22h25. Ambos estavam o Hospital San Vicente Fundacion, em Rionegro, cidade localizada nas cercanias de Medellín, na Colômbia.
 
Na chegada ao hospital, ambos foram recepcionados pelas famílias e curiosos. Na maca, enquanto era levado à internação, Alan Ruschel não conseguiu conter a emoção ao ver seus familiares.
 
"Fizeram um voo tranquilo, estão estáveis clinicamente, já estão nos quartos sendo atendidos pelo corpo médico", disse o médico Carlos Mendonça, que foi a Colômbia cuidar os sobreviventes.
 
Reprodução
Alan Ruschel é atendido pelos médicos na chegada a Chapecó
 
Antes de chegar a Santa Catarina, o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) fez uma escala em Manaus às 15h (de Brasília) e voltou a decolar uma hora depois - ele ainda parou em Brasília. Na chegada ao aeroporto Eduardo Gomes, na capital amazonense, a aeronave passou por uma cerimônia de batismo em homenagem aos brasileiros.
 
Enquanto a FAB foi responsável pelo transporte dos dois até o Brasil, o goleiro Jackson Follmann chegou a São Paulo a bordo de um avião particular na noite desta segunda-feira - ele foi operado nesta terça no Hospital Albert Einstein.
 
Depois do desembarque, a irmã de Alan Ruschel, Alissen, postou uma foto ao lado do jogador. "Serei eternamente grata a Deus por te ter nos meus braços! Tu é um GUERREIRO, Deus te deu força e te capacitou pra isso! Somente agradecer! Agradeço a cada palavra de conforto, a cada oração feita, e principalmente agradeço a Deus por tudo! EU TE AMO AIA!! 💚🙏🏼💚 #famíliachape #obrigadatodo🌎 #obrigadaDeus #vivendoeagradecendo", escreveu. 

Reprodução/Instagram
Irmã de Alan Ruschel com o jogador em Chapecó

Estado de saúde
 
Pouco depois da viagem a equipe médica concedeu uma entrevista coletiva para dar detalhes do estado de saúde dos pacientes. Segundo Mendonça, a condição clínica do jornalista requer mais cuidados.
 
"O Rafael Henzel tem um traumatismo de tórax, está com dreno, teve uma pneumonia. Está em tratamento dessa pneumonia, está em isolamento devido a resistência da bactéria, necessita de um cuidado maior. Mas ele está muito bem, está conversando, totalmente estabilizado clinicamente", disse.
 
"O Alan Ruschel sofreu uma luxação na coluna toráxica. Foi operado em Medellín. Ele  está estável. Desenvolveu uma infecção urinária, começou o tratamento na Colômbia e vai ser continuado aqui em Chapecó. Aparentemente mais nada, só isso", frisou.
 
De acordo com o médico, os sobreviventes devem ficar pouco tempo no hospital de Chapecó. " (a saída) Vai depender da resposta clínica. A resposta inicial do tratamento iniciado na Colômbia é muito satisfatória. Eu acredito que a permanência deles aqui vai ser curta", afirmou.
 
Agora, apenas o zagueiro Neto está em solo colombiano. O jogador, que respira sem ajuda de aparelhos desde a última sexta-feira, deve voltar ao Brasil até o fim desta semana.
 
Divulgação
Henzel é um dos quatro brasileiros que sobreviveram ao acidente

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos