Neymar é preterido por C. Machado e só conquista 'nanicos' na Bola de Ouro

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / LLUIS GENE

Entre os 193 jornalistas esportivos de todo o mundo escolhidos pela France Football para votar no tradicional prêmio Bola de Ouro, o narrador Cleber Machado, da TV Globo, foi o representante do Brasil. E para ele o melhor da temporada foi Cristiano Ronaldo, que acabou sendo o vencedor da premiação, com um total de 745 pontos, mais do que o dobro de Messi, que somou 316.

Em sua votação, Cleber preteriu Neymar e colocou Antoine Griezmann na segunda colocação e Messi na terceira. Pelas regras, não havia restrição para o jornalista votar em um representante do seu país.

Neymar, aliás, pouco foi citado como o melhor da temporada. Apenas jornalistas de países com pouca representatividade no mundo do futebol, como República Centro-Africana, Jamaica e Ilhas Turks e Caicos, colocaram o camisa 11 do Barcelona na primeira colocação da lista.

O brasileiro, que em 2016 teve como maior destaque a conquista da medalha de ouro na Olimpíada do Rio, acabou na quinta colocação geral, com 68 pontos.

Na votação, a pontuação era dada com o seguinte critério: 1º colocado (5 pontos), 2º colocado (3 pontos) e 3º colocado (1 ponto).

Neymar apareceu por dez vezes na segunda colocação (jornalistas de Albânia, Angola, Bahrein, Burkina Faso, Egito, Emirados Árabes Unidos, Macedônia, Madagascar, Suazilândia e Uganda) e 23 vezes na terceira (Argélia, Andorra, Aruba, Bangladesh, Bolívia, Botswana, Chade, Costa Rica, Cuba, Estônia, Etiópia, Holanda, Honduras, Ilhas Caimã, Índia, Irlanda do Norte, Namíbia, Paraguai, Rússia, Serra Leoa, Sudão, Tadjiquistão e Turcomenistão). 

Votos em compatriotas

Se Cleber Machado deixou fora de sua lista Neymar, outros jornalistas optaram por prestigiar seus compatriotas na eleição.

Paul Abbandonato, que é do País de Gales elegeu Gareth Bale como o craque do ano. O chileno Danilo Diaz colocou Arturo Vidal como o terceiro melhor. Na Croácia, Zdravo Rek elegeu Luka Modric o terceiro melhor. Toni Kroos foi terceiro melhor para o alemão Karl-Heinz Wild. 

Para o uruguaio Ricardo Piñeyrua, ninguém foi melhor em 2016 do que Luis Suárez.

Opções exóticas para craque do ano. Até Pepe apareceu

Como qualquer eleição, diversos votos inusitados foram registrado pelo colégio eleitoral da France Football. Um jornalista da Namíbia colocou o zagueiro português Pepe, campeão da Eurocopa e da Liga dos Campeões como o melhor do ano.

Para Elia Gorini, de San Marino, o dono da Bola de Ouro deveria ser Gianluigi Buffon. O italiano, aliás, ganhou estes cinco pontos e mais um por ser terceiro para outro eleitor.

Outro goleiro na extensa relação é o português Rui Patrício, apontado como o terceiro melhor de 2017 por um jornalista de Macau.

Em outros países nanicos, novas surpresas. O eleitor da Namíbia deu seu voto para o argelino Riyad Mahrez, do Leicester. Outro jogador da equipe inglesa que apareceu na primeira colocação foi Jamie Vardy. O responsável pelo voto foi o representante de Vanuatu.

A pontuação dos cinco mais votados

1º Cristiano Ronaldo - 745 pontos
2º Lionel Messi - 316 pontos
3º Antoine Griezmann - 191 pontos 
4º Luis Suárez - 91 pontos
5º Neymar - 68 pontos

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos