"Há jogadores com mais marketing que eu", diz Suárez sobre prêmio da Fifa

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / LLUIS GENE

Quarto colocado na eleição do prêmio Bola de Ouro, da France Football, e fora dos finalistas da premiação da Fifa, o uruguaio Luis Suárez afirmou ter menos marketing que outros concorrentes aos troféus, o primeiro deles vencido com sobras por Cristiano Ronaldo na segunda-feira (12). O artilheiro do Barcelona e de sua seleção disse priorizar conquistas coletivas e comemorou sua última temporada em entrevista publicada pelo site "Ovacion Digital" nesta segunda-feira (13).

"Priorizo o grupo e o que se ganha coletivamente. Também dou muita importância a isso e em relação a isso eu sempre disse que há jogadores com mais marketing que eu", declarou o jogador. "O balanço do clube foi positivo. Ganhamos a Liga, Copa do Rei e é algo que aspira o Barcelona porque é a equipe mais importante, para mim, na Espanha, mas fica essa sensação de que também poderíamos ter ganho a Liga dos Campeões."

Suárez também projetou seu 2017, com desejos ambiciosos: lutar por tudo pelo Barcelona e garantir a classificação direta do Uruguai à Copa do Mundo, fato que não ocorre desde 1990 – nos últimos quatro mundiais, o país garantiu vaga por meio da repescagem.

Veterano na seleção aos 29 anos, Suárez também falou sobre o papel de liderança que tem assumido na equipe nacional do Uruguai.

"São responsabilidades que um deve assumir pelo que representa para os companheiros e o povo. Seria mais cômodo não se meter nessas coisas, mas o compromisso que temos de tentar fazer o melhor para nosso futebol é muito mais forte e acreditamos moralmente que não devemos escapar dessas responsabilidades", afirmou o jogador, lutando por transparência na Associação Uruguaia de Futebol (AUF).

Em busca de uma melhora no futebol local, o jogador encabeça uma disputa com a entidade e com a Tenfield, rede de televisão dona dos direitos de transmissão do esporte no país.

"Faz um tempo que estamos em contato quase diário com os capitães dos times da Série A e B. Temos criado uma relação e um compromisso que não se foi visto antes no Uruguai. Não importa que você jogue no Barcelona ou no Torque, queremos o melhor para o nosso futebol porque o povo merece", declarou o atacante, em busca de uma distribuição mais justa da receita do futebol local.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos