Prestes a voltar ao Brasil, sobrevivente fala em retomar rotina em Chapecó

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Rafael Henzel sobreviveu a acidente aéreo na Colômbia

    Rafael Henzel sobreviveu a acidente aéreo na Colômbia

Um dos seis sobreviventes do acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, o jornalista Rafael Henzel concedeu uma entrevista à "ESPN Brasil" na qual disse que planeja retomar as rotinas de transmissões na cidade catarinense.

O repórter de 43 anos da rádio Oeste Capital de Chapecó retorna ao Brasil na tarde desta terça-feira e acredita que o trabalho é a melhor saída para reconstruir a vida depois que encerrar o tratamento.

"Eu tenho dois programas na rádio e narro todos os jogos. Ainda tenho problemas de locomoção, tenho esse problema no pulmão que vou sanar... Vou retomar minha rotina depois do tratamento. O trabalho vai ser a melhor saída para reconstruir a vida", disse.

Rafael Henzel aproveitou a oportunidade para agradecer ao tratamento da Chapecoense na sua recuperação. "Queria agradecer os médicos que vieram de Chapecó. Não sou jogador, mas fomos colocados no mesmo nível de recuperação", disse.

Duas semanas após o acidente, o jornalista deixará a Colômbia rumo a Chapecó na tarde desta terça-feira. Ele acredita que a sua chegada e a do lateral Alan Ruschel pode ajudar a cidade a sair do luto.

"Neste momento a cidade está em luto. Não é uma presunção, mas é uma responsabilidade voltar a Chapecó. Eu e o Alan chegamos hoje, e achamos que ela vai sair um pouco desse luto aos poucos, também com a reconstrução do time. A Chapecoense tinha uma lista de 60 jogadores, vai se reconstruir. Terá a Recopa, a Libertadores, o jogo contra Barcelona... Ninguém vai esquecer do que aconteceu, mas vamos tocar a bola", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos