Follmann deixa UTI um dia após cirurgia e é transferido para Semi-Intensiva

Do UOL, em São Paulo

O goleiro Jackson deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O sobrevivente do acidente aéreo com o time da Chapecoense se recupera de uma cirurgia na segunda vértebra cervical e foi transferido para a Unidade Semi-Intensiva. A expectativa é que o atleta deixe a capital rumo a Chapecó até o próximo sábado.

O procedimento desta terça-feira foi conduzido pelo neurocirurgião Jorge Roberto Pagura e pelo ortopedista Alexandre Sadao Iutaka, acompanhados pelo ortopedista Marcos André Sonagli, médico da Chapecoense. A primeira e a segunda vértebras da coluna cervical são responsáveis pelo movimento da cabeça. 

Após a cirurgia realizada um dia depois de o goleiro chegar ao Brasil, a equipe médica realizou um curativo no coto de amputação da perna direita de Follmann, que se encontra com "bom aspecto". 
 
Além de Jackson, mais dois sobreviventes chegaram ao país: o lateral esquerdo Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, que desembarcaram em Chapecó na noite desta terça - ambos estão em um hospital da cidade catarinense.
 
O zagueiro Neto, por sua vez, deixará a Colômbia na próxima quinta-feira. O atleta foi transferido para uma unidade de internação não-intensiva, que é praticamente um quarto do hospital San Vicente Ferney Rodríguez Tobón, em Medellín.

Confira o boletim médico na íntegra:

O jogador de futebol Jackson Follmann foi submetido à correção cirúrgica da fratura do processo odontóide (fixação da segunda vértebra cervical) na tarde de ontem.
 
Encontra-se internado, em bom estado clínico, consciente, sem déficits motores e sem febre.
 
Recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva, sendo transferido para a Unidade Semi-Intensiva. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos