Grêmio descarta conhecidos e executivo de futebol será 'coelho da cartola'

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, espera anunciar executivo até o fim da semana

    Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, espera anunciar executivo até o fim da semana

O Grêmio pretende anunciar em breve seu novo diretor executivo de futebol. Mas de pronto afasta nomes com passagens por grandes clubes ou disponíveis no mercado. Segundo o presidente Romildo Bolzan Júnior será uma solução criativa, um 'coelho da cartola'. 

"O Grêmio vai, como sempre fez, agir com criatividade. Não é nenhum dos nomes que temos por aí. Vamos tirar 'um coelho da cartola'", disse o mandatário ao UOL Esporte
 
Não se trata de um executivo com passagem pelo clube recentemente ou ainda algum que viesse a estar disponível no mercado. Mesmo apreciado pelo comando gremista, Rodrigo Caetano é um dos nomes descartados. O mesmo vale para Paulo Pelaipe e Tiago Scouro. 
 
O cargo de executivo está vago desde a demissão de Rui Costa, em agosto. Na ocasião, Júnior Chávare assumiu interinamente. O dirigente, entretanto, voltou para as categorias de base no fim do ano. 
 
Valdir Espinosa foi contratado junto a Renato Gaúcho no posto de coordenador técnico. Porém, suas funções são apenas de campo e não as buscas por reforços ou formulação de contratos. Nos últimos dias, o técnico campeão do mundo de 1983 renovou sua ligação ao clube. 
 
O anúncio do novo executivo, a exemplo da renovação de Renato Gaúcho, não deve passar da próxima semana. O presidente gremista diz ter contatos já encaminhados. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos