Guardiola admite frustração no City: "vou demorar a aplicar minhas ideias"

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Darren Staples

    Guardiola vive momento incomum na carreira, distante da liderança da Premier League

    Guardiola vive momento incomum na carreira, distante da liderança da Premier League

A vida não tem sido fácil para Pep Guardiola em sua primeira temporada como técnico no Campeonato Inglês. Depois de um começo promissor, arrancando na liderança, o Manchester City tem oscilado bastante na Premier League e começa a rodada deste final de semana apenas na 4ª colocação, sete pontos atrás do líder Chelsea. Por isso, em tom de frustração, o treinador espanhol revelou que experimenta neste momento o maior desafio da carreira.

"Aqui vou demorar a aplicar as minhas ideias. Por que? Porque a Premier League é particular, por isso eu vim para cá. Não sou capaz? Vou insistir, insistir e insistir até o final", afirmou o treinador do City, em entrevista à emissora britânica "Sky Sports".

"Tentei jogar de uma maneira durante minha carreira, mas aqui, quando o adversário tem a bola, te empurra para a sua área e não te deixa fazer o partido que deseja. Muitas vezes a bola está mais no ar do que no gramado e você tem que se adaptar", acrescentou.

Na conversa com o canal de TV britânico, Guardiola ainda revelou que se consultou com dois ex-comandados antes de chegar à Inglaterra. O técnico do City pegou dicas sobre a Premier League com Thierry Henry, seu antigo atacante no Barcelona (o francês esteve por 8 anos no Arsenal). O cultuado treinador também conversou bastante com Xabi Alonso, volante que passou pelo Liverpool no passado.

"Quando estava no Bayern de Munique conversei com Xabi Alonso, que me disse: 'tem que pensar na segunda bola'. É verdade, tenho que pensar na segunda bola, na terceira. Eu nunca havia me dado conta disso. Em Barcelona jogava como na cultura do clube, na Alemanha era mais físico, mas não tanto como aqui. Aqui todas as equipes são mais altas e fortes", comentou Guardiola.

"Com exceção do Chelsea de (Antonio) Conte, que está trabalhando bem a saída de bola, todos os times jogam de forma mais direta. E são mais altos, mais fortes e mais físicos que o nosso time", analisou o espanhol.

O Manchester City entra em campo pelo Campeonato Inglês neste domingo, quando recebe o Arsenal no Etihad Stadium. O time de Guardiola precisa da vitória em casa para se manter no pelotão de líderes e evitar o distanciamento do Chelsea.

"O que me passa agora, de não estar no topo do campeonato, é o comum, o que vivem todos os treinadores. A exceção é em oito anos ter estado sempre no ponto mais alto", declarou o treinador do City, na entrevista à imprensa britânica. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos