Atlético-PR oficializa atacante Grafite como primeiro reforço para 2017

Do UOL, em São Paulo

  • Marco Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR

    Grafite usará a camisa de número 23 no Atlético-PR

    Grafite usará a camisa de número 23 no Atlético-PR

Grafite é o primeiro reforço do Atlético-PR para a próxima temporada. O atacante foi confirmado pelo clube paranaense nesta segunda-feira, pouco mais de uma semana depois de ter rescindido com o Santa Cruz, time o qual defendia desde a metade de 2015.

O novo atacante rubro-negro chegou a Curitiba na manhã desta segunda-feira. No começo da tarde, realizou exames médicos no CT do Caju e enfim assinou o contrato, que vai até o final de 2017.

"Estou muito feliz em defender as cores do Atlético Paranaense. Ouvi sempre coisas positivas da cidade e do clube. Espero retribuir o carinho que venho acompanhando no dia a dia desde que começaram as negociações. Vou dar o meu melhor dentro de campo, procurar marcar gols e ajudar a equipe nessa temporada de 2017, que promete ser muito boa. Conto com o apoio de todos os torcedores", disse o atacante, que elogiou a estrutura do clube.

"As condições de trabalho e a grandiosidade que é o Atlético Paranaense foram alguns dos pontos que me atraíram. Vou poder me aprimorar bem, para fazer uma boa temporada e ajudar o Atlético nos objetivos de 2017", acrescentou.

No Atlético-PR, Grafite reencontro o técnico Paulo Autori, com quem trabalhou em 2005 no São Paulo - clube pelo qual conquistou sua única Libertadores.

"É um profissional do mais alto gabarito. Tem uma vasta experiência no futebol brasileiro e futebol mundial. Um profissional exemplar que tira o máximo do jogador e nos ajuda sempre a estar bem. Para mim, é um prazer voltar a trabalhar com ele", declarou Grafite.

"Já joguei Champions League na Europa e na Ásia e estou indo para a minha quarta Libertadores. É gratificante. Cheguei a duas semifinais e fui campeão uma vez. Então, tenho uma experiência. É um campeonato diferente, com jogos diferentes e a postura tem que ser outra. Estou feliz de poder voltar a jogar uma Libertadores e será um prazer defender as cores do Atlético Paranaense", acrescentou o atacante, que usará a camisa de número 23 no Atlético-PR.

"Quando cheguei ao Wolsfburg, em 2007, o Josué estava lá e jogava com a 7. A nove tinha outro jogador inscrito. Tinha a 16, 18 e a 23 livre. Pedi a 16 e meu empresário sugeriu usar a 23. Olhei para o número e gostei. Aí já virou marca e tive muito sucesso nos anos em que passei lá. Aqui a 23 está livre e vou pedir a autorização para usá-la", completou.

Vice-artilheiro do Brasileiro com 13 gols, o atacante tinha vínculo com o Santa Cruz até o fim de 2017, mas uma cláusula no contrato dava a opção de saída caso não o time pernambucano não permanecesse na Série A e algum clube apresentasse uma proposta mais vantajosa.

Em sua volta ao Santa Cruz, Grafite disputou 56 jogos e marcou 24 gols. Ele ajudou o time pernambucano no acesso à Série A e nos títulos do Pernambucano e Copa do Nordeste de 2016, mas não conseguiu evitar o rebaixamento do Santa para a segunda divisão do Brasileiro.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos