Empresário pede paciência a Gabigol e sugere que ele fique na Inter

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE

    Gabigol teve poucas chances na Itália

    Gabigol teve poucas chances na Itália

O empresário Wagner Ribeiro, que cuida da carreira do atacante Gabigol, pediu para que o atacante tenha calma. Em entrevista à ESPN Brasil, o agente falou sobre a situação vivida pelo jogador na Itália.

"Na Itália, os treinadores gostam de jogadores mais velhos, amadurecidos. Ele chegou com status, mas é natural essa passagem, mas eu acreditava que iam dar uma chance para ele, ganhando, perdendo, fica uma depressão. Chegar nesse nível e não ter chance para jogar. Não dão uma chance", falou o empresário.

"Realmente, esse amadurecimento é natural. Ele foi criado em uma cultura diferente, o futebol é muito rápido, ele acha que tem que chegar e jogar. A Inter de Milão é uma seleção. Acredito que ele está entendendo isso, mas tem pressão da imprensa, do Brasil. Não queremos nada disso, queremos que ele fique na Inter. queremos que ele seja titular, mas, para isso acontecer, precisa ter uma primeira chance', completou.

Wagner Ribeiro ainda falou sobre a possibilidade de Gabriel voltar ao Brasil. Para o agente, isso é possível acontecer, mas ele corre um risco.

"Vir para o Brasil seria um problema, perderia a vaga de extracomunitário. Que ele tenha um pouco de paciência. Esse pedágio que teria que fazer em um clube menor, na Itália, na Espanha, é necessário sim, mas ele precisa estar preparado para isso. Ir para um clube menor, psicologicamente abate, não é fácil. Essa viagem em janeiro vamos acertar a vida do Gabriel, dentro da Inter ou um empréstimo. Não descarto voltar ao Brasil, mas ele perderia a vaga de extracomunitário", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos