TAS aceita recurso e reduz suspensão do Real para um ano sem contratação

Do UOL, em São Paulo

  • Shuji Kajiyama/AP

    Real Madrid não poderá reforçar o time na próxima janela de transferência

    Real Madrid não poderá reforçar o time na próxima janela de transferência

O Tribunal de Apelação do Esporte (TAS, na sigla em inglês) decidiu por reduzir a pena do Real Madrid. Assim, o clube espanhol ficará suspenso apenas por uma janela de transferência.

Em seu site oficial, o Real Madrid confirmou que o tribunal aceitou o recurso e diminuiu a punição de duas para uma janela. Na nota, o clube espanhol ressaltou a "injustiça da sanção imposta pela Fifa" e lamentou que o TAS não "teve coragem" para anular a pena.

Assim, o clube espanhol terá de ficar sem contratar apenas durante a janela do começo desse ano. No fim desta temporada, a equipe poderá voltar a se reforçar.

Além da redução da pena, o clube também terá de pagar uma multa inferior ao imposto pela Fifa. O TAS definiu o valor em 240 mil francos suíços (R$ 781 mil) e não mais 360 mil francos suíços (R$ 1,17 milhão).

Em nota, o Tribunal informou que a decisão de reduzir e manter a punição aconteceu pelo fato de ter confirmada algumas irregularidades, mas não todas alegadas pela Fifa.

No dia 8 de setembro, a Fifa havia rejeitado o recurso do time e confirmado a suspensão, dada em janeiro, para Real Madrid e Atlético de Madri de duas janelas de transferência. O motivo alegado foi irregularidades na contratação de jogadores menores de idade.

Recentemente, o Barcelona já passou por uma punição semelhante. O clube catalão teve de cumprir um ano de suspensão.

A redução é válida apenas para o Real Madrid. O Atlético de Madri não apelou ao CAS e aguarda uma resolução da sua situação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos