Lewandowski atinge marca de "super artilheiro" e Bayern espanta zebra

Do UOL, em São Paulo

Bayern de Munique e Leipzig, a sensação da temporada no futebol europeu, finalmente se enfrentaram pelo Campeonato Alemão. E o gigante Bayern, em casa, mal deu tempo para a zebra sonhar: venceu por 3 a 0 o confronto direto pela liderança do nacional, nesta quarta-feira (21), em jogo válido pela 16ª rodada. 

Os anfitriões decidiram a partida com três gols no primeiro tempo, marcados por Thiago Alcântara, Xabi Alonso e Lewandowski. Forsberg, meia dos visitantes, ainda deu uma mãozinha para o Bayern ao ser expulso também na metade inicial, em lance decisivo no duelo. 

O Bayern foi aos 39 pontos e se isola na ponta. O Leipzig, estacionado nos 36 pontos, é vice-líder e segue com campanha surpreendente - o clube é caçulinha na Bundesliga. Terceiro colocado, o Eintracht Frankfurt soma 29 pontos e está distante da dupla.

O Campeonato Alemão passará agora por recesso, e a próxima rodada ocorrerá só no fim de janeiro de 2017: o Bayern visitará o Freiburg no dia 20, e no dia 21 o Leipzig pegará o Eintracht Frankfurt dentro de casa. 

O melhor: Lewandowski, o "super artilheiro"

Christof Stache/AFP

Lewandowski foi autor da finalização que originou o rebote do primeiro gol e puxou o contragolpe do segundo, mas foi no terceiro tento do Bayern de Munique que fez história. Ao marcar de pênalti, o polonês de 28 anos tornou-se o único jogador em atividade a balançar as redes contra os outros 17 times da primeira divisão alemã. Mais um recorde para conta.

Bayern mostra força e detona zebra no primeiro tempo

Christof Stache/AFP

Durou 17 minutos o sonho do Leipzig de segurar o gigante Bayern de Munique fora de casa. Foi quando Thiago Alcântara pegou rebote de finalização na trave de Lewandowski e balançou a rede para inaugurar o marcador. E desde então a porteira abriu: aos 25, Thiago deu bola para Xabi Alonso na área, que bateu rasteiro e ampliou. Em pênalti sofrido por Douglas Costa, o polonês Lewandowski esticou a vantagem dos anfitriões.

E o Leipzig até assustou no começo...

Até os 17 minutos do primeiro tempo a partida parecia à feição do Leipzig. O Bayern, a bem da verdade, começou o jogo sonolento. Aos 3 e aos 5 minutos, o time visitante teve duas chances claras, ambas de dentro da área e nos pés de Poulsen – que as desperdiçou. Na primeira ele não alcançou cruzamento rasteiro, e na segunda falhou no domínio de bola.   

O pior: Forsberg é expulso e complica time

Matthias Schrader/AP

Se a partida já estava difícil para o Leipzig aos 29 minutos, com 2 a 0 contra no placar, a vaca terminou de ir para o brejo com a expulsão do meio-campista Forsberg. O jogador parou contragolpe puxado por Lahm com carrinho violento e viu cartão vermelho direto. Curioso é que o juiz, a princípio, optou pelo amarelo. Orientado pelo auxiliar, decidiu pela exclusão.

Jogada de cinema não vira gol por capricho

Ribery e Lewandowski, aos 20 minutos do segundo tempo, trabalharam a bola em tabela rápida. Jogada de videogame, de cinema. O polonês saiu cara a cara com o goleiro adversário e, para encerrar o lance com chave de ouro, tentou uma cavadinha. A redonda, por capricho, não subiu o suficiente: esbarrou no ombro de Gulácsi, tocou o travessão e correu para fora, por cima da meta. Quase um golaço para ampliar o placar. O Bayern, aliás, dominou a segunda metade e por pouco não aumentou a goleada: teve mais uma bola na trave e falta bem cobrada pelo brasileiro Douglas Costa, que obrigou o goleiro a fazer milagre no ângulo direito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos