Nome de Marcelo Oliveira gera rejeição imediata no Corinthians

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Bruno Cantini/Atlético

Menos de 24 horas depois de ser citado como possível técnico do Corinthians, Marcelo Oliveira já viu que não terá vida fácil se acertar com a equipe paulista.

O nome do comandante enfrentou uma grande rejeição entre os conselheiros e diretores corintianos. O presidente Roberto de Andrade já foi bastante criticado apenas por considerá-lo como opção.

O cartola, aliás, volta a ser alvo de muitas críticas por comandar o processo de forma errada segundo seus opositores. Segundo eles, o dirigente deveria ter agido antes caso optasse por mandar Oswaldo embora e poderia ter contratado nomes como Roger Machado, que acertou com o Atlético-MG, e Eduardo Baptista, que fechou com o Palmeiras.

Marcelo é tratado como o plano B caso a diretoria não consiga acertar com o seu favorito: o colombiano Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional.

O treinador foi campeão da Copa do Brasil com o Palmeiras e levou o Atlético-MG até a final, mas não causou boa impressão no Corinthians.

Segundo os críticos, ele sofre muito para organizar um time taticamente e terá ainda mais dificuldades de trabalhar em um clube que trocou de técnico diversas vezes no segundo semestre deste ano.

A sombra de substituir Tite ainda assusta o Conselho corintiano. Depois de o técnico deixar a equipe para ir à seleção, o banco alvinegro já teve a presença de Oswaldo de Oliveira, Fábio Carille e Cristóvão Borges.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos