Presidente do Grêmio diz que não aceitou liberar 2 jogadores para a Chape

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Uebel/Grêmio

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, revelou que não aceitou liberar dois jogadores pedidos pela Chapecoense para a disputa de toda a temporada de 2017. 

"A Chapecoense demandou dois jogadores que não temos como liberar. São eles o zagueiro (Rafael) Thyere e o volante Jaílson", afirmou em entrevista ao Fox Sports. "Não temos um elenco enorme e estes dois jogadores não podíamos liberar", completou.

De acordo com o presidente, o único jogador que o Grêmio já aceitou liberar foi o meia Moisés.

"O Moisés liberamos e remetemos uma lista de quatro atletas, extremamente promissores. Eu apostaria em quase todos eles. Mas parece que a Chapecoense não quis aceitar. De qualquer modo estamos abertos a conversas", explicou.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos