Euriquinho promete Vasco "mais ousado" e pelo menos cinco reforços

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

    Eurico Brandão, filho de Eurico Miranda, é o novo vice-presidente de futebol do Vasco

    Eurico Brandão, filho de Eurico Miranda, é o novo vice-presidente de futebol do Vasco

Filho de Eurico Miranda e homem de confiança do pai, Eurico Brandão, o Euriquinho, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (22), em São Januário, como novo vice-presidente de futebol cruzmaltino. E não poupou promessas em sua primeira aparição pública com o peso do novo cargo.

Em rápida apresentação, Euriquinho, que comandava o futebol informalmente desde o início da gestão do pai, mas evitava entrevistas, prometeu um Vasco mais ousado em 2017 e garantiu ao menos cinco reforços para a torcida.

"Vamos partir para algo mais ousado. Vamos tentar montar um time para disputar coisas maiores, mas isso com responsabilidade. O novo comando do futebol está trabalhando há dez dias já tem decidido o destino de todos os atletas que estavam aqui. Tínhamos 35 atletas. Três [Aislan, Fellype Gabriel e William] saíram por término de contrato, outros sete sairão. Nós vamos contratar no mínimo cinco atletas", prometeu.

Sem citar nomes, Euriquinho deu poucas pistas sobre as contratações. "Um deles já passou pelo Vasco. E um desses nomes que estão sendo especulados [Luis Fabiano, Thiago Neves, Kelvin e até Diego Souza] realmente negocia".

O filho do mandatário ainda justificou os dois primeiros anos do mandato [2015 e 2016] de investimentos minguados, garantindo que a realidade financeira será diferente para a próxima temporada.

"Esse ano temos uma situação um pouco melhor, isso já atrai alguns atletas. Não tínhamos estrutura básica: ônibus para se locomover, água, coisas fundamentais. Nos preparamos nesses últimos dois anos. Não tínhamos estruturas de lanche, refeição, descanso. Investimos muito nisso. E hoje o Vasco está preparado para crescer, para retomar o lugar dele. Torcedor precisa entender que contratar jogador é muito fácil: só dizer que vai pagar. Um dia vou ter que pagar. Mas esse dinheiro demora três, quatro, cinco, às vezes seis anos na Fifa. Foi o que aconteceu com o Vasco. O clube hoje paga o time de 2011. Torcedor gostou, legal, mas tudo tem um preço. E às vezes esse preço destrói uma instituição. Nossa ideia é crescer degrau a degrau, com calma, para depois se manter no topo", explicou Eurico Brandão.

Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Anderson Barros (e) foi apresentado como novo gerente executivo de futebol do Vasco

Ao comentar o "presente de Natal" prometido pelo pai, Euriquinho informou que o Vasco deverá ter mais contratações até 31 de dezembro.

"Ele falou em presente, estamos trabalhando para isso. Temos nomes bem encaminhados. Nomes de peso, com passagens por suas seleções. Até o final do ano deveremos ter alguns reforços já. Estamos buscando atletas que possam ser titulares do Vasco".

Por fim, Brandão defendeu um trabalho a longo prazo com Cristóvão Borges, que retorna ao clube para a temporada 2017. "Estamos buscando peças e condições para ele. E acreditamos em continuidade. É o nosso treinador para toda temporada e, quem sabe, até para a próxima [2018]".

Ao lado do filho de Eurico, Anderson Barros foi apresentado como gerente de futebol do clube para 2017. Discreto, se limitou a falar do planejamento da pré-temporada.

"Vamos viajar no dia 11, talvez com um grupo mais reduzido porque podemos ter negociações em curso ainda.  Mas vamos trabalhar muito. Espero que tenhamos resultados melhores em 2017", disse Barros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos