Gilvan repete 2015, prioriza reforços e não tem pressa para definir diretor

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Sem Scuro, Gilvan divide suas funções para tentar acertar os reforços para o Cruzeiro

    Sem Scuro, Gilvan divide suas funções para tentar acertar os reforços para o Cruzeiro

Na temporada de 2015, meses depois do bicampeonato brasileiro e após a saída de Alexandre Mattos, o presidente Gilvan de Pinho Tavares se encarregou de cuidar das contratações do Cruzeiro. Na ocasião, a falta de um diretor de futebol forçou Gilvan a acumular as funções na cadeira principal e do departamento de futebol. A iniciativa, embora ousada, não deu certo e pouco depois outros diretores passaram a se revezar no cargo. Quase dois anos mais tarde, a história se repete. O antigo diretor de futebol, Thiago Scuro, pediu demissão e deixou o cargo em aberto. Desde então, o presidente dividirá as funções do executivo com seu vice, Bruno Vicintin, além de Tinga, novo gerente de futebol. Juntos, o trio será responsável por terminar de montar o plantel para Mano Menezes em 2017 para só depois pensar em contratar um novo diretor de futebol.

"Nós tomamos a deliberação de contratar o Tinga, que vai nos ajudar muito no trabalho que o diretor de futebol precisa fazer. Como estamos com as coisas quase todas resolvidas, neste sentido de contratações, tem pouca coisa para fazer agora, não precisamos afobar tanto. Temos tempo para olhar isso", falou o presidente, em recente entrevista concedida na sede administrativa do clube.

Na função de gerente de futebol, Tinga será responsável por fazer a ligação do departamento de futebol com a comissão técnica e jogadores. Apesar da ajuda momentânea, sua função não será de buscar e contratar jogadores, o que caberá ao diretor de futebol.

Antes mesmo do anúncio sobre a saída de Thiago Scuro, o clube já havia se adiantado para buscar um substituto e chegou a sonhar com Mattos, mas o desejo não se concretizou e o diretor acertou sua renovação com o Palmeiras. Diante das dificuldades para acertar com um novo executivo, o clube optou por priorizar o mercado de transferências de jogadores e abandonou a ideia, pelo menos por enquanto, de encontrar um novo diretor de futebol.

Até o momento, o Cruzeiro já anunciou a chegada do zagueiro equatoriano Caicedo, do lateral esquerdo Diogo Barbosa e do volante Hudson. O trio será oficialmente apresentado a partir do retorno dos jogadores das férias, no dia 9 de janeiro. Nos bastidores do clube, Gilvan, Vicintin e Tinga ainda trabalham para anunciar um grande jogador antes do ano novo ou do aniversário de 97 anos da agremiação, no dia 2 de janeiro. O nome do meia Jadson encabeça a lista de preferidos da diretoria, que busca sucesso nas negociações para fechar com o jogador.

Quer receber notícias do Cruzeiro de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos