Jornal lista 10 fatores que fizeram United decolar com Ibra e Mourinho

Do UOL, em São Paulo

  • Stefan Wermuth/Reuters

Após um início de temporada irregular sob o comando de José Mourinho, o estrelado time do Manchester United encaixou e já engrenou 11 jogos invicto, sendo os últimos cinco deles vitórias. A sequência positiva chamou a atenção do jornal "Daily Mail", que listou dez motivos para a recuperação do clube no Campeonato Inglês, onde ele ocupa a sexta colocação, quatro pontos atrás do Arsenal, primeiro dentro da zona de classificação da Liga dos Campeões.

A primeira das causas foi o retorno de Mourinho ao normal, já que o técnico português começou a temporada com decisões controversas, lançando jogadores para jogos importantes de modo preciptado e colocando-os na geladeira sem dar chances para que eles melhorassem. Foi o caso do meia Mkhitaryan, que marcou um gol de "escorpião" na partida de segunda-feira (26) contra o Sunderland.

Outro fator coincide com os 11 jogos sem derrotas do United. Ibrahimovic apurou sua pontaria e fez 11 gols no período, correspondendo às expectativas que ele trouxe quando assinou com o clube inglês.

A sequência também ocorreu com a definição de um meio-campo titular por Mourinho: Michael Carrick na contenção com Herrera e Pogba mais soltos. A liberdade ao francês, maior contratação da história do futebol, tem dado resultados e recuperado a confiança do jogador, tímido e inconstante no começo de sua passagem pelo futebol inglês.

A afirmação de Phil Jones na zaga também contribuiu para a melhora, já que, com o defensor em campo, o United sofreu sete gols em dez jogos. O zagueiro inglês tem formado dupla com o argentino Marcos Rojo, deixando o antigo titular, Chris Smalling, entre os reservas. Outro que perdeu espaço, mas não gerou problemas, foi Wayne Rooney. O veterano tem sido utilizado como peça de rotação no elenco e vai bem quando aproveitado por Mourinho.

O crescimento de Mkhitaryan, que começou a temporada preterido pelo técnico português apesar de ser um dos grandes reforços do United para o ano, também aconteceu neste perído de ascensão do time. O meia-atacante armênio tem superado a concorrência de Martial e Rashford, se firmando como um parceiro de frente confiável a Ibrahimovic.

O apoio da diretoria a Mourinho, algo que Louis Van Gaal e David Moyes, seus antecessores, não tiveram, tem feito a diferença. Por fim, o "Daily Mail" aponta a vontade do equatoriano Antonio Valencia, titular na lateral direita e que se recuperou de uma fratura no braço em três semanas, como um fator inspirador a todo o time.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos