Inter admite dívida com elenco e corre para tentar quitação em 2016

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

    Direitos de imagem do mês de novembro ainda não foram pago aos jogadores do Inter

    Direitos de imagem do mês de novembro ainda não foram pago aos jogadores do Inter

O Internacional corre contra o tempo para quitar dívida com jogadores e funcionários. O clube gaúcho aguarda recebíveis até o final do mês para repassar valores referentes aos direitos de imagem do elenco principal. Além de pagar funcionários e impostos. O tema gera desconforto pela iminente transição da gestão de Vitorio Piffero para administração de Marcelo Medeiros, eleito em 10 de dezembro para o biênio 2017-2018.

A informação foi divulgada pelo jornal Zero Hora e confirmada pelo UOL Esporte.

Segundo o clube, o direito de imagem do mês de novembro ainda não foi pago aos jogadores. As férias dos funcionários também estão em aberto. Bem como impostos do período.

Os vencimentos de dezembro ficarão para quitação em janeiro e assim, entrarão já nas contas da nova administração. A atual gestão afirma que a situação é reflexo do planejamento adotado pelo Inter há anos. A nova diretoria vê despesa extra.

"Em novembro nós estancamos qualquer tipo de antecipação de receita. Estamos usando os recebíveis desse ano para pagar as contas. Vamos utilizar as receitas do quadro social para quitar os valores em aberto. Vamos dar um jeito de pagar, com certeza", disse Pedro Affatato, vice de finanças do Inter.

De acordo com o Internacional, os direitos de imagem do elenco geram despesa na casa dos R$ 2,7 milhões. Durante a temporada, o clube informou que a folha salarial ficava perto de R$ 5,6 milhões, mas os valores são contestados pela nova diretoria – que assume oficialmente em três de janeiro.

"Mês a mês, o clube enfrenta dificuldade com recursos em caixa. Todo mês tem déficit e se corre atrás para superar. É algo histórico, sempre é assim. O deficit vem do passivo, do passado", afirmou Affatato. "Os direitos de imagem precisam ser pagos até o fim do mês. Vamos usar os recursos da segunda quinzena do quadro social. É isso que temos para pagar as contas. Pagando, ficaremos dentro da ideia de orçamento", completou.

Antes do Natal, o Internacional entregou proposta de orçamento para 2017 com arrecadação bruta de R$ 332 milhões. A nova diretoria pretende reformar completamente a peça e apresentar novos números ainda em janeiro.

Quer receber notícias do Inter de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos