Liberação de Wallace Oliveira do Grêmio não será tão fácil. Entenda

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Wallace Oliveira deve permanecer no Grêmio até o fim de seu contrato, em julho

    Wallace Oliveira deve permanecer no Grêmio até o fim de seu contrato, em julho

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, 'liberou' publicamente o lateral direito Wallace Oliveira e o atacante Henrique Almeida para procurarem outros clubes. Porém, não será tão simples assim com o lateral. Diferente do atacante, o jogador não pertence ao clube gaúcho e deve permanecer treinando e buscando espaço. 

Wallace está emprestado pelo Chelsea até o meio do ano. Para simplesmente romper o vínculo e devolver o jogador, o Grêmio teria duas alternativas: contar com a anuência dos ingleses - que não pretendem isso - ou pagar a multa prevista em contrato. Nenhuma das hipóteses é considerada válida atualmente. 
 
Uma terceira opção seria encontrar um novo destino para o jogador e repassar o vínculo. Porém, daí o Tricolor esbarra na vontade do atleta em permanecer. Wallace Oliveira não quer defender outro clube brasileiro. Irá, segundo seu representante, cumprir o vínculo e depois voltar ao Chelsea, com quem tem contrato até 2019 e negocia renovação. 
 
"O Wallace veio para o Grêmio para cumprir uma etapa no futebol brasileiro. E esta etapa será cumprida, com os 18 meses de contrato. Sabemos que não era o ideal desde o início, o ideal seria um ano, mas precisamos adequar ao calendário europeu", disse o agente do jogador, Frederico Moraes, ao UOL Esporte. 
 
O agente salientou, ainda, que não procura outro clube para o jogador e que sequer foi informado pelo Grêmio sobre a situação. Ficou sabendo pela imprensa e não recebeu qualquer contato do presidente Romildo Bolzan Júnior. 
 
"Não entendemos ele por liberado. Tem contrato com o Grêmio e irá cumprir", salientou Frederico. "Deve ter aparecido alguma oportunidade de mercado para este tema ter sido tratado, mas nada chegou até nós", completou.
 

Precedente aconteceu no ano passado

No ano passado, uma situação exatamente igual aconteceu. O Grêmio liberou o centroavante Braian Rodríguez, hoje no Everton do Chile, para procurar novo clube. Ele tinha mais seis meses de contrato e estava emprestado pelo Betis, da Espanha. O Tricolor tentou devolver o jogador, os espanhóis não quiseram, e acabou que ele permaneceu no clube. 
 
Sem ser inscrito na Libertadores e na Primeira Liga e preterido até para utilização de jovens da base. Não disputou um minuto sequer e ao fim do vínculo foi embora. E acabou a temporada 2016 como goleador da Copa do Chile pelo Everton, vice-campeão. 
 
Wallace Oliveira tem 22 anos e surgiu no Fluminense. Em 2013 foi contratado pelo Chelsea, que pagou R$ 14 milhões. Em seguida esteve emprestado à Inter de Milão na Itália, ao Vitesse na Holanda, ao Carpi, também na Itália, e agora ao Grêmio. Na temporada 2016 ele sofreu com lesões e acabou disputando 22 jogos sem marcar gols. 
 

Quer receber notícias do Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos